sexta-feira, 27 de maio de 2016

Fotografando DÜRNSTEIN na AUSTRIA


Dürnstein é um povoado medieval, declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 2000. Suas ruínas datadas do século XII são consideradas uma das mais bem preservadas às margens do rio Danúbio, na região chamada Wachau.

É possível conhecer o Dürnstein em poucas horas, o que não quer dizer satisfazer-se. Para fotografar e explorar melhor os arredores, a bela igreja barroca, percorrer suas ruas de pedras descobrindo seus recantos é preciso muito mais.



O povoado tem como atrativo o Castelo Kuenringer. Uma fortaleza no alto da colina onde ficou preso o rei inglês Ricardo Coração de Leão. Considerado pelos 900 habitantes de Dürnstein como um prisioneiro de luxo na cidade.


Os vinhedos são outro destaque em Dürnstein. As encostas do rio são tomadas por plantações de uva. Na Anzuggasse 237, o Alter Klosterkeller um movimentado restaurante onde você pode tomar  seus bons vinhos de fabricação própria.

O mesmo Danúbio que embeleza a cidade causa medo e destruição quando das inundações. Na segunda foto abaixo, as marcas na parede registram os anos e dá a medida de elevação do nível do rio.

A travessia de uma margem à outra é feita por barco. O título de Patrimônio da Unesco impede que se construam pontes de acesso.


Pequena, bonita, agradável, simpática, e com uma grande variedade de lojas na sua rua principal faz Dürnstein parecer um grande e movimentado centro europeu.


*Nota: Em uma viagem podemos não entender tudo o que ouvimos, nada do que lemos, mas jamais esqueceremos o que vimos e principalmente o que sentimos.

Descrição detalhada das fotos para acesso do deficiente visual (para saber mais clique aqui) 1 - Montagem de uma foto mostrando o nome de Dürnstein no pier de entrada do rio para a cidade com uma foto minha segurando uma máquina fotográfica. 2 - Foto pegando o alto dos telhados das construções com a torre da igreja ao fundo na cor azul e branco. 3 e 4 - Foto de ruas muito estreitas no centro da cidade com seus muros de pedra embelezadas por canteiros bem cuidados e verdes. 5 - Foto da colina com o castelo Kuenring no alto. 6 - Foto aproximada das ruinas do castelo, todo em pedra na cor cinza envolto em muito verde da floresta.  7 - Foto do centro do povoado com pessoas passeando nas ruas. 8 - Foto da casa com a marcação da elevação do rio, a rua de passagem de pedestre e o rio à direita. 9 - foto do rio Danúbio. 10 - Foto da pequena embarcação que faz a travessia de pessoas de um margem à outra do rio.

O SUPERLINDA pelo MUNDO - LINZ - ÁUSTRIA





O #superlinda chegou na Áustria passando rapidamente pela cidade de Linz. A terceira maior cidade da Áustria tem um centro antigo interessante com edifícios no estilo barroco e renascentista.
No centro da praça principal, a Hauptplatz,  vemos a Coluna da Santíssima Trindade, a Dreifaltigkeitssäule, em mármore branco com 20 metros de altura, concluída em 1723. A praça retangular é cheia de bares e lojas. Vale a pena dar um passeio ao longo da zona pedestre Landstrasse. Além das lojas oferece igrejas e monumentos interessantes.
Linz orgulha-se de ter sido moradia de Mozart, em 1783. Até hoje o Mozarthaus, um edifício de estilo renascentista, é preservado como museu.

Adolf Hitler morou grande parte de sua vida, de 1898 a 1907, aqui e ele próprio atribuía à Linz o título de ser sua cidade natal. Um título, que os seus moradores procuram justificar, mais do que se orgulhar. Próximo à Linz encontra-se o antigo campo de concentração nazista Mauthausen.

Mas Linz é doce. Muito doce. Não saia daqui sem comer a LinzerTorte. A mais antiga torta do mundo. Sua receita tem registro documentado do ano de 1653. 

Descrição detalhada das fotos para acesso do deficiente visual (para saber mais clique aqui) 1 - Foto minha com a camiseta do blog superlinda em frente a Coluna da Santíssima Trindade na cidade de Linz. 2 - Foto ampliada da Coluna da Santíssima Trindade. 3 - Foto aproximada da imagem da Santíssima Trindade no alto da coluna em dourado. 4 - Foto da Praça Central da cidade de Linz num dia frio, céu  nublado e cinzento. 5 - Foto da Linzetorte feita com um trabalho de massa quadriculada entrecortada com doce tipo geléia de framboesa ou morango.

quinta-feira, 26 de maio de 2016

DIVIRTA-SE na PONTE CARLOS IV em PRAHA - REPUBLICA CZECA


Em uma viagem podemos não entender tudo o que ouvimos, nada do que lemos, mas jamais esqueceremos o que vimos e principalmente o que sentimos. Certa vez li algo parecido e isto nunca me pareceu tão verdadeiro, quanto nesta viagem por países de idiomas incompreensíveis. Uma citação que será usada em outros post pelo alcance que tem.

Ponto de encontro de pintores, fotógrafos, poetas, namorados, enamorados, amantes, apaixonados. Assim é a Ponte Carlos IV em Praga.
         
 Ao passar por ela, a surpresa de estar numa galeria _réplicas_ de estátuas barrocas ao ar livre.

Totalmente pedonal, adoro essa palavra, brinque com o que ela, e, tudo ao seu redor, lhe oferece.

Curiosidade, crença, botar fé não custa nada, portanto não deixe de tocar o relevo de bronze ao pé de São João de Neponuceno. Só assim poderá levar consigo um pouco da sorte de Praga com você.

Faça a sua caricatura com a tesoura de James Bond.





Coma Trdelni'k, carregue no "trrri"e pronuncie trrridelnik. Uma delícia. Massa assada num rolo, passada em açúcar com canela, e, se quiser recheada de chocolate.

Prefere frutas? É o que não falta e das melhores.

Gosta de sentar? Conversar? Comer? Tomar vinho, cerveja?
Tem até manta, sobre a poltrona, à sua disposição para aquecer.
Descrição detalhada das fotos para acesso do deficiente visual (para saber mais clique aqui) 1 - Foto minha ao lado de James Bond, o artista que fez minha caricatura recortada com tesoura. 2 - Foto da estátua do rei Carlos IV. 3 - Foto de estátuas sobre a Ponte Carlos IV. 4 - Foto de dois artistas performáticos desconhecidos, com trajes de monges, sendo um sentado no chão com o braço direito levantado e segurando na mão um bastão. O outro simulando estar sentando como que levitando apenas segurando no bastão. 5 -  Foto da estátua de São João Neponuceno com várias pessoas ao redor para tocá-la com a mão.  6 - Foto ampliada da placa indicativa de que é a estátua de São João Neponuceno. 7 - Foto do cartaz de propaganda do Your Silhuette e do artista recortando o papel e fazendo a caricatura. 8 - Foto minha posando para fazer a caricatura. 9 - Foto da minha caricatura pronta. 10 - pequeno vídeo mostrando o artista executando o trabalho. 11 - Foto da barraca de doces trdelnick. 12 - Foto de uma barraca de venda de frutas com morangos, cerejas, damascos, peras. 13 - Foto de um bar com mesas e poltronas com uma manta vermelha para o cliente se aquecer do frio.

terça-feira, 24 de maio de 2016

ABADIA DE MELK - O NOME DA ROSA

Impossível não relacionar uma coisa com outra. A visita do #superlinda à Abadia de Melk, na Austria, cenário de inspiração de Umberto Eco para o livro, e, depois para o filme O Nome da Rosa é mais um post para ficar entre os mais importantes deste blog.
É deslumbrante! Inclusive, pela harmonia com a mistura do moderno neon na sofisticada arquitetura barroca. Na passagem por várias salas, os visitantes conhecem a história, o desenvolvimento e o trabalho dos monges beneditinos. Sinceramente não sei o que destacar, tal a riqueza deste lugar. Tudo conservado ou restaurado em detalhes dourados folheados à ouro.
Hoje o monastério é administrado como uma empresa por 30 monges que vivem lá dentro. Melk possui 5 mil habitantes o que faz da Abadia o maior gerador de empregos do povoado.

Nada é mais impressionante do que a Biblioteca. Seus 110 mil livros estão distribuídos por 12 salas e o mais antigo tem 1200 anos. O local é preservado como uma verdadeira jóia raríssima e intocável. As prateleiras próximas do público são protegidas por um tipo de aramado que não agride os nossos olhos, tal é a delicadeza disposta em perfeita harmonia com o ambiente. Fotografias só são permitidas sem o uso do flash, com exceção da biblioteca onde é absolutamente proibido.


                 

O teto de toda da construção é em estilo neoclássico do século XVIII. A igreja, por onde termina a visita, é em estilo barroco de beleza indescritível. A riqueza dos mármores, das colunas, dos púlpitos e dos altares laterais arrancam expressões de encantamento dos visitantes


                        

Na parte externa da Abadia pode-se ter uma visão panorâmica da cidade de Melk.
Descrição detalhada das fotos para acesso do deficiente visual (para saber mais clique aqui  1- Foto da fachada, pintada em amarelo e branda, da entrada na Abadia.  2 - Foto do jardim interno da Abadia com um fonte de água ao centro. 3 - Foto da primeira sala visitada onde predomina uma luz azul neon, onde aparece a guia dando as primeiras explicações sobre a forma de vida dos monges da abadia.  4 e 5 - fotos interna  das primeira sala visitadas com painéis, lustres e quadros na parede. 6 - foto do teto de uma das salas mostrando os detalhes da pintura, das colunas de mármore. 7 foto de um dos imensos corredores internos da Abadia. 8 e 9 fotos do interior da igreja. 10 foto do imenso orgão do igreja. 11 - foto da riquíssima igreja pintada, mostrando os detalhes em ouro. 12 - foto de um altar lateral todos com enormes colunas, imagens e ouro. 13 - Foto onde o faltar principal da igreja ao fundo. 14 - foto de um jardim externo no terceiro andar da abadia com vista para a cidade. 15 e 16 - foto da vista panorâmica da cidade com destaque nos telhados das construções.
  

segunda-feira, 23 de maio de 2016

BUDAPESTE - HUNGRIA - Cruzeiro Noturno

DESLUMBRANTE!
Da união de duas cidades Buda e Peste (pronuncia-se "Pexxxte" com o som de x bem acentuado) nasceu Budapeste. 

Separadas ou, porque não dizer, unidas pelo Rio Danúbio, na Hungria, é mais uma cidade sofrida com a guerra, com o nazismo, com o comunismo. Mas, é também uma das mais belas da Europa. 

Deslumbrante. Esse é o adjetivo que mais se aproxima do espetáculo que vemos no passeio noturno, de navio, por entre os seus monumentais prédio iluminados.

O Danúbio é o maior rio, em cumprimento, da Europa. Nasce na Floresta Nega, na Alemanha, atravessando 10 países. Diz-se por aqui, que é em Budapeste onde o Danúbio é mais bonito.

sábado, 21 de maio de 2016

O SUPERLINDA pelo MUNDO - ESZTERGON - HUNGRIA

ESZTERGON na divisa, à esquerda a Hungria à direita a Eslováquia, pelo rio Danúbio.
Esta ponte é a única que existe para se atravessar de carro de um país para outro até chegar à Budapeste. 
Abaixo a Basílica de San Estevan, um marco do início da igreja católica e por isso a mais importante do país. Não há auto estrada. A viagem é feita por entre as cidades do interior, o que para quem está à passeio é uma maravilha. 
Um país sofrido pelas guerras, dominado por muitos povos, o último deles a Austria.
Abaixo a imagem da Nossa Senhora Dos húngaros.