quarta-feira, 23 de abril de 2014

Amigos Virtuais e a Desvirtualização




Desvirtualizar amigos é conhecer pessoalmente as amizades feitas nas redes sociais.

Combatida por muitos, sob a argumentação de que com isto, estamos substituindo o contato pessoal pelo virtual, esta é mais uma realidade do mundo moderno.

Eu sou defensora destas relações. Amizade é amizade. Assim como quando você conhece alguém pessoalmente, se identifica ou não, no mundo virtual acontece o mesmo. 

Se você escreve (leia-se fala) mentiras, fantasia a seu modo o mundo virtual, o problema é seu e certamente este comportamento não se dá só com as amizades virtuais. 

A mentira sempre esconde uma verdade que não pode ser dita. 


                  Mosaico feito com as fotos tiradas do perfil de algumas pessoas que sigo no twitter.

As palavras que de alguma forma, saem através das teclas, por certo não substituem o abraço, mas podem resolver alguns problemas.

Quando criança, durante muitos anos, troquei cartas com minha prima Rosalie, até conhecê-la pessoalmente. Eu morava em Tijucas (SC) e ela em Recife (PE). Se fosse nos tempos atuais, diríamos que desvirtualizamos nossa amizade, que ainda existe, mas é mais virtual do que nunca, com ela morando atualmente nos EUA e eu no Brasil. 


     Mosaico feito com as fotos tiradas do perfil de algumas pessoas que sigo no twitter

Ainda em outros tempos, quando trabalhávamos usando o telex, os cumprimentos de "Oi fulano, tudo bem?", era o que marcava o início da transmissão das mensagens. O uso era praticamente comercial, mas já promovia uma interação entre os que operavam o telex. Se conheciam pelas trocas de mensagens.

E as telefonistas?
Entre telefonistas, de tanto se falarem diariamente, reconheciam a voz uma da outra, a ponto de não precisarem dizer seus nomes para identificarem-se. Antes de "passar a ligação", sempre rolava um papinho, uma reclamação sobre o patrão, comentário sobre o dia chuvoso ou quente demais, uma dor de cabeça e coisa e tal. 

A interação, por esses meios de comunicação, não era tão assídua quanto é hoje a das redes sociais. Mas deve ter promovido alguns vínculos de amizade, encontros e por que não, namoros. 


           Mosaico feito com as fotos tiradas do perfil de algumas pessoas que sigo no twitter.

O certo é que já era o prenúncio de uma espécie de mundo virtual e neste rápido contato, tínhamos a sensação de conhecer aquela pessoa e já arriscávamos dizer que fulana é chata e está sempre de mau humor, ou o contrário, ela parece legal, é simpática e assim por diante.

Nesta semana, depois de quase três anos de amizade virtual no Twitter, com a Graziela Flor, uma brasileira que morava em Londres (hoje em Curitiba), eu a conheci pessoalmente. Ficamos horas conversando, sobre vários assuntos.  

Como a interação no Twitter, já ocorria há tempo, a possibilidade de não nós darmos bem conversando pessoalmente era pequena. O que não quer dizer impossível. 

Nas redes sociais, também interagimos com pessoas que sentimos no ar, que algo não bateu e tudo acaba por ali mesmo. Da mesma maneira como você conhece alguém numa noite de bar, na casa de um amigo e sente que não deu liga. Estou falando de amizades não de relacionamentos afetivos.


        Mosaico feito com as fotos tiradas do perfil de algumas pessoas que sigo no twitter.



Nada substitui a interação pessoal, é verdade. Mas o círculo de amizade que você forma em torno de si na vida pessoal, também é muito pequeno. Daí o ditado de que amigos de verdade contam-se nos dedos. 


Essas pessoas todas com quem você conversa, encontra nos corredores do trabalho, no shopping, ou em festas, são pessoas que você conhece, e nem todos são seus amigos. 

Na essência você não sabe quem são. Os considera amigos ou menos perigosos do que os virtuais, apenas por conhecê-los físicamente.

A simpatia e a antipatia existe no dois mundos. Pessoas mal educadas, grosseiras, que não respeitam teu espaço ou tua privacidade, também.

Assim como egos exacerbados tanto ou mais do que no convívio pessoal, mas neste caso, bem mais fácil de desvencilhar-se, basta um click.

Quantas pessoas conheci e com as quais não tenho outro contato senão o virtual, que se não fossem as redes sociais jamais teria conhecido. Pessoas que enriquecem meu conhecimento, muitas delas provavelmente nunca desvirtualizarei, mas que terão para sempre um lugar na minha timeline. 

Que sentimento é este?



terça-feira, 22 de abril de 2014

Encerrando o 8º BookCrossing Blogueiro




E assim termina mais uma edição do BookCrossing Blogueiro, a segunda que participo e mais uma vez cheia de boas experiências.

"Esqueci" livros no correio com endereço certo para alguém muito especial. Luma Rosa, que é a grande batalhadora na divulgação deste projeto de incentivo a leitura. Para ela mandei, Maria Sem Vergonha (Mila Ramos), Poesia de Todos os Tempos (Frederico Garcia Lorca) e Livro de Receita Para Mulheres Tristes (Héctor Abad), que li recentemente e recomendo.



                                             Foto os três livros enviada a Luma, descrito acima.


E porque não esquecer, em mãos conhecidas, livros informativos de pontos turísticos, cultura e história da Espanha, para quem está prestes à viajar para aquele país.

                                                                     Foto dos livros Guia de Viagem da Espanha, nas mãos do Vinícius Borba.

Bem ao estilo "apegado" ao livro, ele deu um outro livro para o esquecimento, mas resgatou este que eu havia escolhido para libertar. Nem tudo foi sucesso nesta minha tentativa.

                                                                         Foto do livro Muito Longe de Casa de Ishmael Beah, com Bernardo Borba.


Para Jonas sempre haverá um livro a ser libertado em suas mãos. Foi só mandar um recado e lá estava ele, pronto para pegar seus livros. Para quem não lembra ou não conhece esta história, vale a pena ler este post da edição do  7º BookCrossing e a História que Emocionou.


                                                     Foto de Jonas com os livros A Cabana de William Young e A Semente do Sucesso de Nuno Cobra

Para minha amiga Sissa Correa mandei este livro. Depois de ter lido o post no blog , ela que também é uma "mulher sem prazo de validade", comentou comigo e merecidamente o recebeu.

                                                                             Foto do livro Mulheres Sem Prazo de Vaidade de Pauline Herbach

Não foi só o Cemitério de Praga a participar de duas edições do BookCrossing Blogueiro. Minha amiga Sara "apegada" por demais, devolveu-me depois de ler, os livros recibos na edição de novembro/2013. Eu os libertei novamente, desta vez no meu trabalho. Entre eles, nada mais nada menos do que um Gabriel Garcia Marquez. Faço desta libertação a minha homenagem à ele. E quem saiu ganhando foi a Leia Afonso.


Foto do Livros História de Minhas Putas Tristes (Gabriel Garcia Marques)  entregue a Leía e dos livros de Isabel Allende e Marina Colasanti.

Em troca, entreguei para Sara outros três livros: O Senhor March (Geraldine Brooks), O Guardião de Memórias (Kim Edwards) e Inés da Minha Alma (Isabel Allende). 
Todos os outros das fotos abaixo foram libertados no Encontro de Blogueira em Curitiba e os infantis para as crianças citadas no post II BookCrossing Blogueiro KIDS.


                                                                                 Fotos dos livros libertados, conforme relação abaixo.










Livros Libertados

Brad Thor - O Ultimo Patriota
Brian L Weiss, - Muitas Vidas, Muitos Mestres
Char Margolis - Intuição Nosso Sexto Sentido
Costanza Pascolato - O Essencial 
Danuza Leão - Fazendo As Malas 
Don Gossett - Há Poder Em Suas Palavras
Dunia Freitas - Danada
Euclides da Cunha - Os Sertões
Frederico Garcia Lorca - Poesia de Todos os Tempos
Geraldine Brooks - O Senhor March
Glória Kalil - Viajante Chic
Hilton Görresen - Mostrando a Língua 
Isabel Allende - Inés da Minha Alma
Ismael Beah - Muito Longe de Casa - 
Kim Edwards - O Guardião de Memórias
Maria T. Compri - Evangelho No Lar
Mila Ramos - Maria Sem Vergonha
Nilton Bonder - A Cabala: Da Comida, Do Dinheiro e Da Inveja
Nuno Cobra - A Semente da Vitória 
Odete de Barros Mott - Justino O Retirante
Osho - O Livro da Transformação 
Osmar Campos - Uma História de Peso
Pauline Herbach - Mulheres Sem Prazo de Validade
Sonia Bridi - Diário do Clima 
Willian P. Young  - A Cabana
Vinícius de Moraes - Bibliografia - Gente do Século

Guia de viagem  - Espanha - National Geographic 
Revista Viagem - Buenos Aires e o Melhor da Argentina

Kids

Christielle Huet-Gomez - Deságua, o Ciclo da Água.
Fabula de La Fontaine - O Velho, O Menino e O Burro
Jim Benton - Querido Diário - Eu (Igualzinha a você, só Que Melhor)
Júlia Donaldson - Apertada e Sem Espaço
Kes Gray - Sarah Nayler - Tem Gente Nova No Pedaço 
Lincoln Peiros - O Dia Em Que Nate Entrou Para a História 
Meredith Badger - Go Girl  Melhores Amigas
Neil Gaiman - Menina Iluminada
Rick Riordan - O Ladrão de Raios
Disney - Onde Está Phineas e Feras

Disney - Onde Esta A Pequena Sereia

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Assisti o filme "Blue Jasmine"






Fotos de cenas do filme Blue Jasmine.



Blue Jasmine - 2013



Um filme de comédia dramática, estadunidense, escrita e dirigida por Woody Allen, protagonizada por Cate Blanchett, Oscar de Melhor Atriz-2014.

A qualificação como gênero "comédia dramática" não convenceu. Para mim ou bem é comédia ou bem é drama. Mas em se tratando de um filme de Woody Allen, tudo é possível.

Eu, particularmente, não gosto dele como ator nem como diretor. Embora eu devesse separar as coisas, sei que sou influenciada pelas  notícias que volta e meia surgem em torno de sua vida pessoal.

Jasmine muda de atitude da insanidade do lixo em que vive à lucidez diante da perspectiva de uma vida de luxo, segundo os conceitos da personagem. A transformação acontece como que por instinto. Surpreendente.

A história confirma a minha idéia de que nunca duvide do que uma mulher traída é capaz de fazer. #feraferida

Cate Blanchett, simplesmente maravilhosa, sempre linda, sexy e elegante.

domingo, 20 de abril de 2014

II BookCrossing Blogueiro - KIDS



*Descrição detalhada das fotos para acesso do deficiente visual (para saber mais clique aqui)


Post de participação no II BookCrossing Blogueiro Kids, promovido e divulgado por Trícia Ferreira do Blog Espelho de Si, escolhido especialmente para publicação no dia de hoje, Domingo de Páscoa. As crianças são os verdadeiros representantes da renovação da  vida. Feliz Páscoa à todos.


Tão importante quanto o BookCrossing Blogueiro, é o BookCrossing Blogueiro KIDS e sabendo que no Encontro de Blogueiras de Curitiba, algumas mães se fariam acompanhar de seus filhos, corri atrás de livros infantis para também divulgar este projeto.


Chegamos juntas no estacionamento, a Ana Julia, a Camila, acompanhadas de suas mãe e eu. Sem conhecer ninguém, ali mesmo no pátio, entreguei à cada uma delas um livro. Lá dentro, entre os cumprimentos e paradas para fotos, procurei por elas e as encontrei folheando, lendo e uma mostrando para outra o que viam de interessante.

Tive a grata surpresa de saber que a Camila já possui a sua biblioteca virtual. Clique aqui no link de acesso ao site e fica a sugestão para que outras mães usem este exemplo como motivação para suas crianças.

Foto da Ana Julia (Ana Paula Canestraro) e Camila (Alessandra Guedes Murakami),




Na foto acima, a Nicole Meister (Patrícia Meister) e Mariana (Andrea Passos), que encontrei já em plena atividade. Havia sobre a mesa, papel e giz de cera. Pedi licença, entreguei os livros e a pose para foto. 

Parabéns a essas mães por incentivarem suas filhas à leitura e obrigada por permitirem a divulgação das fotos. Elas certamente servirão de exemplo para outras crianças. 
Criança imita criança. Que seja pela leitura.



Abaixo na foto estão, a Gabriella, o Gustavo e a Nathália.



Gabriella (da esquerda), de personalidade forte, vaidosa, uma presença marcante por onde passa. De porte alto e esguio, desde pequena faz sua trajetória como modelo em desfiles, fotos e atualmente faz aulas de teatro na Casa da Cultura.

Gustavo e Nathalia, ganharam recentemente um prêmio de nível internacional por um trabalho escolar sobre a água (veja o link). A Nathália acaba de ser eleita na escola, Vereadora Mirim, já está diplomada (veja o link) e faz aulas de violino, na Casa da Cultura. Os dois participam também da banda dos Bombeiros Mirins.

O que essas crianças tem em comum?

São jovens, pré-adolescentes, irmãos, concorrentes entre si, brigam, tem horário para estudar, para brincar e dividem um único computador que dispõe em casa. Estudantes de escola pública, inteligentes, estudiosos, gostam de ler e trocam os livros um com o outro.

Fazem parte de uma família de quatro irmãos, onde a mais velha de quinze anos (não está na foto), já é formada em curso técnico de suporte e manutenção de micro computadores e redes sociais do Senai, e atualmente frequente o curso técnico em mecânica na IFSC. Os cursos são gratuito mas a vaga é conseguida por provas eliminatórias e usa transporte público para ir à escola.

Ainda crianças e já com um curriculum de peso.

O que conheço deles é só sucesso. Mas não um sucesso que acontece por acaso. Sucesso, que é resultado da exigência que a mãe Anelise Berri, de pulso firme, faz por boas notas na escola e bons resultados nas atividades extra curriculares.

Só o estudo pode fazer dos jovens brasileiros, cidadãos capazes. Ler é cultura, faz parte da boa formação deles, e a Anelise sabe disso.





E estes livros eu esqueci, por sugestão do meu filho Bernardo, com a Mônia Sartor

Grande atriz de Curitiba, com atuação constante em peças no Teatro Lala Schneider. Além de atriz, Mônia tem seu trabalho formal e faz um belo serviço voluntário. 

Ela é contadora de histórias em hospitais infantis e ficou de mandar as fotos usando os livros. Faço questão de divulgar esta importante atividade, que leva cultura e distração à crianças doentes.

Um grande abraço e parabéns para você, Mônia.


Pratique o BookCrossing. Isto é educação e cultura.  


sábado, 19 de abril de 2014

"A Semana", O Encontro de Blogueiras e o BookCrossing



*Descrição detalhada das fotos para acesso do deficiente visual (para saber mais clique aqui)


"A Semana" é a BC de Fernanda Reali.
Quero abrir um parênteses, antes de falar da minhA Semana, para um especial elogio a Fernanda. Uma blogueira com milhares de seguidores, de enorme visibilidade e grande incentivadora dos ditos pequenos blogueiros. "A Semana" é a maior prova disto. O tema fica aberto para a minha, para a sua, para a nossa imaginação, criatividade e realidade. Um espaço para divulgar o nosso dia dia, um fato curioso, ou um acontecimento.



Dois eventos tomaram conta da minhA Semana: o encontro de blogueiras em Curitiba e o BookCrossing Blogueiro.
Link da Página

Link da Página do Evento
Penso que a ocasião não poderia ter sido melhor, para divulgar o 8º BookCrossing Blogueiro do que no 1º Encontro de Blogueiras em Curitiba.

O BookCrossing Blogueiro, é um trabalho de incentivo a leitura, feito no simples ato de "libertar da prateleira" os livros que você já leu. Veja mais detalhes neste link do blog Luz de Luma, Yes Party! de Luma Rosa. A blogueira que divulgada e organiza este evento entre nós. 

Peguei os livros que arrecadei entre amigos, levei para o grupo, colocando-os aleatoriamente sobre as mesas.

Com a permissão das organizadoras Helena e Margarete, ganhei um minuto para falar sobre o projeto e a Graziela Flor fotografou-me (gostei! risos).




Esta é a Graziela Flor. Ela trabalha com educação infantil e também participa do BookCrossing Blogueiro. Entre aqui e conheça o blog da Grazi, ela conta muitas experiências dos anos de sua vida em Londres.



Não importa como você os "liberta". O objetivo é fazê-los circular. Particularmente gosto de observar a reação das pessoas ao depararem-se com os livros. As participantes Gisele  e Enilze sem nem saber o porquê, de imediato se interessam e começam a manusear os livros.



Segue fotos de alguns livros libertados no encontro de blogueiras.



Foto do livro Diário do Clima de Sonia Bridi

Foto do Livro Fazendo as Malas de Danusa Leão.

Foto do Livro O Ladrão de Raios de Rick Riordan

É um prazer, ler no dia seguinte no FB uma postagem que cita um trecho de um dos livros deixados sobre as mesas.
Jaluza Machado Olschowsky disse: "estou encantada com um livro que deixastes no nosso encontro. Danada de Dúnia de Freitas. Uma poesia de encantar".

"Se meu olhar
te disser além, muito além
do que queres saber,
desvia…" Dúnia de Freitas

Foto do Livro Danada de Dunia de Freitas

Foto do Livro Intuição Nosso Sexto Sentido de Char Margolis

Foto do Livro A Cabala da Comida, do Dinheiro e da Inveja de Nilton Bonder

Foto dos Livros Os Sertões de Euclides da Cunha e Há Poder Em Suas Palavras de Don Gossett

A satisfação se completa, quando vejo Giovana, a mais jovens das artesãs, com a cara literalmente enfiada num dos livros.

Foto de Giovana Avancci lendo um dos livros deixados nas mesas.


Conheça também o não menos importante, BookCrossing Blogueiro Kids, divulgado pelo Blog Espelho de Si de Trícia Ferreira. Meu post sai no domingo.

Pratique o BookCrossing, isto é educação e cultura.

Leia também

Leia também:

8º BookCrossing Blogueiro  de Joinville para o Canadá.

II BookCrossing Blogueiro KIDS.




terça-feira, 15 de abril de 2014

8º BookCrossing Blogueiro - De Joinville para o Canadá


*Descrição detalhada das fotos para acesso do deficiente visual (para saber mais clique aqui)



Esta história teve seu início em outubro de 2013. Em se tratando de twitter é "muito tempo atrás". Tanto tempo que quis buscar toda a conversa que originou esta postagem e não encontrei mais.

No BookCrossing Blogueiro, do ano passado, publiquei essa foto no twitter e fui surpreendida com a interação de  @anasprb, lá do Canadá. Ela queria o livro "O Cemitério de Praga" de Umberto Eco.

OBS: Ainda hoje, eu que sou do tempo do radinho de pilha, fico boquiaberta com esse encurtamento das longas distâncias que acontecem nas redes sociais.

Fiquei literalmente de coração partido, por ter de dizer a Ana que eu não poderia lhe dar o livro por já tê-lo libertado, como é dito na linguagem do BookCrossing.

A partir daí, iniciei um verdadeiro trabalho de resgate para reave-lo, facilitado pelo fato de eu saber com quem estava o livro.
Falei com minha amiga Sara, nas mãos de quem havia libertado o livro, com o compromisso de que após lido ela fizesse o mesmo. Pedi para que no momento da nova libertação, o entregasse para mim, contando-lhe o ocorrido. 

E assim, quando ela terminou de ler, devolveu-me para agora eu ter o prazer de remetê-lo à você Ana.


Fotos do livros divulgados no 7º BookCrossing Blogueiro e publicada no twitter, incluindo o livro O Cemitério de Praga

Tudo acontece a seu tempo. Este livro já poderia estar nas mãos de Ana desde janeiro pp. Foi quando perguntei-lhe se gostaria de esperar um pouco mais e aguardar que as camisetas do blog superlinda, ficassem prontas para eu enviar uma junto com o livro.

A resposta foi, sim.

Neste meio tempo, tive inclusive um portador, que de viagem para o Canadá poderia levá-lo, mas as camisetas ainda não haviam sido entregues.

Muita coincidência terem ficado prontas justo da semana do 8º BookCrossing Blogueiro. 

O mesmo livro participando em duas edições.

Há quem pergunte, porque tanto empenho por um livro? 
Quão mais fácil seria, e provavelmente por um custo menor, se eu comprasse um livro na Amazon.com e mandasse entregá-lo no endereço da Ana no Canadá. 

É verdade, mas teria o mesmo prazer? 

Bom mesmo é postar as fotos e receber de Ana esta resposta.


@rranjos: ai, que chique! Adorei! Muitissimo obrigada. bjo


             Foto do Livro O Cemitério de Praga junto com a camiseta verde oliva do blog superlinda enviada para Ana.

             
E para a foto do pacote já selado no correio... Lá do Canadá Ana gritou: @rranjos obaaaaaa! Entre 10 ou 15 dias chega aqui....Merci! 


           Foto do pacote enviado à Ana já selado pelo Correio.


*****Ana tem um blog de qualidade, o  "Organizando o Caos". É estudante da Université Laval. Detalhe: no Brasil estudava em escolas públicas. Reside em Ville de Quebec - Canadá. Para ver seu perfil no Google + clique aqui.

Leia também:

A Semana, o Encontro de Blogueiras e o BookCrossing.

II BookCrossing Blogueiro KIDS.


Este é um post especial de participação no 8º BookCrossing Blogueiro, promovido e divulgado pelo blog Luz de Luma, yes party!



Foto Para Cartão Postal - Puerto Varas - Chile


*Descrição detalhada das fotos para acesso do deficiente visual (para saber mais clique aqui)


Lago Llanquinhue - Puerto Varas - Chile
*Vista do amanhecer no Lago Llanquinhue, mostrando ao fundo luzes acesas e embarcações no lago.



Puerto Varas, cidade de 40.000 mil habitante, ao sul do Chile na Região dos Lagos. 

Conhecida como “ciudad de lãs rosas”. Povoada e colonizado por alemães, mantém as tradições desta influência na arquitetura e na gastronomia.