domingo, 23 de abril de 2017

De sentimentos, só entendo os meus.

                                              


Será mesmo tão simples assim? 

Mente é o nome da parte do cérebro que determina as funções conscientes do homem, tais como o pensamento, a razão, a memória, a inteligência e a emoção. Este é um entendimento racional  baseado em observações da vivencia do cotidiano e leituras informais. Ela, a mente, se movimenta, age e julga, forma conceitos e análises sobre o comportamento.

Mentalizar a felicidade, um caminho de luz, a força da mente que tudo alcança, são responsabilidades lançadas sobre à ela, que não ocupa um espaço físico, mas está dentro de nós, portanto habita no nosso corpo físico e mental. 

seu funcionamento é um mistério. Ninguém sabe ao certo qual é o seu "sistema operacional". Mesmo sem esse conhecimento, lhe delegamos os poderes da cura, das dores do coração, do corpo, do emprego perdido ou da vitória pela loteria ganha. Se tudo der certo é porque tivemos o pensamento positivo. 

E se tudo der errado? Serei eu a culpada? Eu é que sou pobre de pensamento? De mente fraca e sem vontade de ser feliz? A única responsável pelos apertos do meu coração? Afinal, onde fica a mente?  No meu cérebro ou no meio do meu peito? 

_Talvez em todo o meu corpo, já que me ardo por inteira.

A mensagem da foto nos defere a responsabilidade por nossos pensamentos, sofrimentos e atitudes. Fugindo ao que diz a literatura especializada em comportamento, escrevo o sinto vindo do coração, e deste refúgio secreto, nada é racional. 

Compreendo os sentimentos dos outros, mas de amores e de dores, só entendo os meus.

E hoje, muito mais de amores...com ou sem dores.



As fotos postadas recebem descrição detalhada para acesso ao deficiente visual  na foto esta escrito as frases em espanhol que seguem:  Si tienes éxito es por ti. Si fracasas es por ti. Si eres feliz es por ti. Si estás triste es por ti. Si vives bien es por ti. Si vives mal es por ti. Los culpados no existen. Tienes que acerte responsable de tu vida. ES TU VIDA. Asume la responsabilidad total sobre ella, crear una vida extraordinária, DEPENDE DE TI.

São Jorge na sua imagem mais bonita

 ORAÇÃO DE SÃO JORGE PARA PROTEÇÃO E PARA ABRIR CAMINHOS

“Ó meu São Jorge, meu Santo Guerreiro e protetor, invencível na fé em Deus, que por ele sacrificou-se, traga em vosso rosto a esperança e abre os meus caminhos. Com sua couraça, sua espada e seu escudo, que representam a fé, a esperança e a caridade.
Eu andarei vestido, para que meus inimigos tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me enxerguem e nem pensamentos possam ter, para me fazerem mal. Armas de fogo ao meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrarão sem ao meu corpo chegar. Cordas e correntes se arrebentarão sem o meu corpo tocar.
Ó Glorioso nobre cavaleiro da cruz vermelha, vós que com a sua lança em punho derrotaste o dragão do mal, derrote também todos os problemas que por ora estou passando 
Ó Glorioso São Jorge, em nome de Deus e de Nosso Senhor Jesus Cristo, estendei-me seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a vossa força e grandeza dos meus inimigos carnais e espirituais.
Ó Glorioso São Jorge, ajudai-me a superar todo o desânimo e a alcançar a graça que agora vos peçoOração de São Jorge
(Faça seu pedido)
Ó Glorioso São Jorge, neste momento tão difícil da minha vida, eu te suplico para que o meu pedido seja atendido e que com a sua espada, a sua força e o seu poder de defesa eu possa cortar todo o mal que se encontra em meu caminho.
Ó Glorioso São Jorge, dai-me coragem e esperança, fortalecei minha fé, meu ânimo de vida e auxiliai-me em meu pedido.
Ó Glorioso São Jorge, traga a paz, amor e a harmonia ao meu coração, ao meu lar e a todos que estão em minha volta.
Ó Glorioso São Jorge, pela fé que em vós deposito, guiai-me, defendei-me e protegei-me de todo o mal. Amém.”

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Li o livro Mal-entendido em Moscou - Simone de Beauvoir

                        


"Manter a vitalidade, a alegria e a presença de espírito é continuar jovem. Logo são próprios da velhice a rotina, a melancolia, a caduquice". ... "Macha dizia: a senhora é jovem, mas pegou Nicole pelo braço. No fundo era por causa dela que, desde a chegada, Nicole sentia o peso da sua idade".

Este é um destaque tirado do livro "Mal-entendido em Moscou" da autora Simone de Beauvoir. Seu conteúdo aborda questões existenciais sobre o envelhecimento, enriquecido com elementos da política russa, o desencanto pelo socialismo, capitalismo.

A história conta "mal-entendidos" entre os personagens Nicole e Andre, um casal francês sexagenário, em sua segunda viagem à Russia, acompanhados de Macha, filha do primeiro casamento de Andre. 

Ela não nos poupa de reflexões e verdades sobre o envelhecimento, companheirismo e as mudanças que ocorrem nos relacionamentos. Não faltou na narração sutileza e sensibilidade, mas mostrou uma realidade com ares angustiantes ao peso do tempo.

Você tem que levar em consideração que está lendo "um Simone de Beauvoir". Pernóstico falar assim? Não. Na própria capa, o nome da autora está em letras garrafais em relação ao título. Gostando ou não do tema, ler Simone é sempre relevante. 

"Neste texto inédito, Simone de Beauvoir narra a crise existencial suprema". Le Figaro. 
Destacado na frente livro.

As fotos postadas recebem descrição detalhada para acesso ao deficiente visual. Foto da capa, na cor branca escrita com as letras em preto,  do livro Mal-entendido em Moscou.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Não apresse o rio, ele corre sozinho


Não apresse o rio, ele corre sozinho é o título de um livro de 1969. Nele, Barry Stevens desenvolve um trabalho autobiográfico baseado na aplicação da Gestalt-terapia. 

Seu maior sucesso, entre os leigos, fica por conta da metáfora do título. Num primeiro momento é comum pensar _ quantas soluções podemos encontrar em tão poucas  e belas palavras?

Em entrevista dada ao final do livro, a autora explica que o título "significa deixar-se ir junto com a vida, sem tentar fazê-la ir para algum lugar, sem tentar fazer com que algo aconteça, mas simplesmente ir, como o rio; e, sabe, o rio, quando chega nas pedras, simplesmente se desvia, dá a volta, quando chega a um lugar plano, ele se espalha e fica tranquilo..."

Uma explicação que quer dizer "dar tempo ao tempo" sem a intervenção do eu para mudar o ritmo da vida. Ter essa compreensão, é sabedoria, e em muitas situações é a única possível. Uma opção, que por vezes, já tivemos que fazer mesmo não querendo.

Ter essa clareza emocional é como atingir um estado evolutivo ideal para lidar com as adversidades da vida. Estado evolutivo que eu ainda estou longe de alcançar e me sinto impotente diante deste comportamento. 

Me vejo muito mais em situações de busca, com desejos de poder fazer as águas correrem na minha velocidade. Me atiro, por conta e risco, buscando o curso navegável do rio da minha vida.

Quero mais é ter hoje o que é o meu maior desejo. Me entrego na incerteza sem saber aonde vou parar. Enfrento com medo as correntes opostas e geladas, nadando contra as águas agitadas com um único fim: _ Chegar mais rápido.

Onde encontrar o equilíbrio necessário para entrar na água e boiar a espera da corrente certa?
Procuro significados, mas principalmente respostas. 
Em espera pela mansidão da vida. 




As fotos postadas recebem descrição detalhada para acesso ao deficiente visual. Fotos feitas no rio de pedras na propriedade Recanto Diamante em Joinville SC.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Alfaiate cria projeto de ensino de português para haitianos em Joinville



Quem passa pela rua Timbó, em Joinville, já deve ter visto, na esquina com a rua Jaraguá, uma placa indicativa com o nome de Augusto Alfaiate.  O que poucos sabem, é a bela história que as repórteres Fernanda Pereira, Letícia Rieper e eu, da 5a Fase de Jornalismo do Bom Jesus/Ielusc, trouxemos para o Primeira.Pauta Digital e Radiojornalismo III. 

Guilove Ausgustin Pauoute, 41 anos e sua esposa Osana Morency, 37, são haitianos que chegaram ao Brasil, há 5 anos. Como tantos outros vieram em busca de trabalho, depois dos terremotos que devastaram o seu país. Após 3 anos morando em Manaus, vieram para o sul, por indicação de outro amigo haitiano. Perguntado o porquê da escolha por Joinville, Augusto, como é conhecido, falou sem rodeios: 

_Quando os haitianos escolhem uma cidade para morar, não se preocupam se ela é feia ou bonita, grande ou pequena, mas sim se tem trabalho.

Consciente das dificuldades que encontrou para se estabelecer no Brasil, o alfaiate exerce um papel de líder entre a comunidade haitiana. Junto com a esposa Osana, cabeleireira, com voluntários e com o apoio da Igreja Adventista do 7 Dia, ele desenvolve um trabalho para o ensino da língua portuguesa entre os seus irmãos.

E isto é só o começo de uma história de sobrevivência, de luta, de trabalho, de humanidade e de sucesso. Matéria completa que você pode ver no Primeira.Pauta digital.


/



As fotos postadas recebem descrição detalhada para acesso ao deficiente visual. 1- Foto de Augusto com o filho Lucas no colo e ao lado da esposa Osana. 2 - link do slide show - 3 - foto dos diplomas profissionais de Augusto pendurados na parede. 4 - foto de Augusto trabalhando sentado na sua máquina de costura.

domingo, 16 de abril de 2017

Joinville sob o olhar do SuperLinda


Joinville é banhada pelas doces águas dos seus rios.  
Paisagens deslumbrantes emoldurada de verde nativo, com  
belos cantos e recantos de imagens que nos remetem à filmes. Se neste momento, nenhum lhe ocorre, o SuperLinda sugere As Pontes de Madison.
Na cidade industrial, de poucos parques centrais, não faltam cenários encantadores para passear, descansar, passar o dia ou o fim de semana. 
Tudo à disposição de quem se dispõe a dar um passeio pelo seu interior, entrando pela Estrada do Pico, na SC 418, e se deparar com muita água límpida, translúcida, pura, brilhante e doce.

As fotos postadas recebem descrição detalhada para acesso ao deficiente visual. 1 - Foto do SuperLinda em frente a ponte Frierich Piske no Quiriri. 2 - Foto do Portal de Entrada pela SC 418 à Estrada do Pico.  7 - Foto da ponte Tercílio Bilau sobre o rio Pirabeiraba. As outras fotos são da paisagem de vegetação verde e rios de pedras encontradas pelos caminhos.

sexta-feira, 14 de abril de 2017

O SuperLinda na Osterfest de Pomerode




A festa é das crianças, mas não há adulto que também não saia de lá encantado.

A principal atração é a Osterbaum colocada na praça central. Uma árvore de Páscoa feita com galho seco, que significa a morte e o sofrimento de Jesus, a frieza do sepulcro. Enfeitada com cerca de 82.000 cascas de ovos naturais que simbolizam a alegria da vida nova e da ressurreição de Cristo.

Na cidade mais alemã do Brasil, a celebração da Páscoa tem o requinte e as tradições da Alemanha. Artesanato, doces, bolachas e comidas estão espalhados em barracas por toda a feira, na cidade rodeada de árvores de Páscoa por todos os lados.


As fotos postadas recebem descrição detalhada para acesso ao deficiente visual. - Foto com a camiseta do blog superlinda em frente à arvore de Páscoa. 2 -  Enfeite com um casal de coelhos na entrada principal da festa. 3 - 4  foto aproximada dos ovos na árvore de Páscoa. 5 - Um coração feito de casca de ovos na entrada da feita. 6 - Foto da Casa de Bolachas com coelhos de pano de decoração.  7 - 8 - 9 - Foto minha aproximada junto aos coelhos de pano. 10 - Foto do portal da cidade.

sábado, 8 de abril de 2017

Enquadrei o RAFA DIAS no SuperLinda


Hoje não é um simples post, é preciso contar uma histórinha.

Tudo não passou de um desafio. Mentira. Na verdade foi uma imposição. Ninguém teria a iniciativa em pleno andamento do ano letivo, com trabalho e trabalhos em andamento, a ideia de criar um evento só para "chamar de nosso". 

A determinação veio da professora Marília Crispi de Moraes, na matéria Assessoria de Imprensa. Assim ela se manifestou: _Vocês têm que realizar um evento. Vai valer nota para o bimestre. 

"Vai valer nota" são palavras de ordem na vida de estudante. Simplesmente cumprimos. 

Perdidos e atônitos realizamos a reunião para definir o que fazer. Criou-se uma euforia em torno da escolha do nome de Rafa Dias. Eu, particularmente,  entrei em desespero, sem ter a menor noção de quem era a pessoa que despertava tanta empolgação.

_ E quem é esse tal de Rafa Dias? Responderam todos ao mesmo tempo. Sem entender muito bem, encontrei a resposta no site Criadores iD

_"Rafa Dias é de Florianópolis e se formou em Televisão e Cinema no Canadá. Já trabalhou com direção nos canais Multishow MTV. Da TV migrou para a internet, criando o canal doPrograma de 1 Cara Só. A produção introduziu-o no universo do YouTube e levou à criação da network Dia Estúdio, na qual ocupa o cargo de CEO". 

Mais fácil ainda, foi localizar o seu InstagramTwitterFacebookYouTube, este último com 156.817 inscritos_ até este momento. E assim, tudo ficou muito claro. O "cara" estava nas mídias. Um jovem comunicador, um famoso YouTuber, um empreendedor que promove outros jovens talentosos YouTubers.

Como parte da equipe promotora do evento, na chegada antecipada ao Ielusc para os últimos acertos, por coincidência tive o primeiro contato com o convidado. Sem maiores cerimônias falei: _quero fotos, beijos e tudo a que tenho direito. No sorriso e no abraço que recebi, me dei conta de que o sucesso estava garantido. Rafa Dias além de talentoso, tem uma postura elegante. 

Com cara de "menino do bem", durante a apresentação contou que entrando em Joinville, a pedido da mãe, avisou que  tinha chegado na cidade. E por cerca de 2 horas, falou como quem veio preparado, mas de uma espontaneidade absoluta, para mostrar à uma platéia em torno de 100 pessoas, entre estudantes de jornalismo, propaganda e publicidade, e professores da instituição, o porquê do seu sucesso. Surpreendeu a todos com a sua informalidade, segurança nas palavras e esbanjando simpatia, com direito a tietagem.

O carisma de Rafa Dias garantiu o sucesso da noite de 07abril17, diluindo à nada os atrapalhos e falhas da inexperiência de nós organizadores.

As fotos postadas recebem descrição detalhada para acesso ao deficiente visual. 1 - Foto dos da equipe organizadora do evento, com a professora Marília Crispim Moraes e Rafa Dias. 2 - Foto de Rafa Dias durante a apresentação em frente ao telão falando sobre o que sua empresa A Dia faz. 3 - Foto minha  mostrando o nome SuperLinda escrito nas costas. 4 - Foto da equipe organizadora do evento sentados no chão. 5 Foto da formação de fila feita pelo público para tirar foto com Rafa Dias. 6 - Foto de Rafa Dias com o público em momento tietagem. 7 - Foto minha com Rafa Dias. 8 - Foto - selfie feita por Rafa Dias no momento em que eu lhe beijava o rosto.