quarta-feira, 23 de março de 2011

EU OPINO sobre a visita de Barack Obama ao Brasil.



globo.com

Opino, mas não sobre a importância política/econômica, isto deixo para os especialistas.
Primeiro quero repetir o meu post, quando estava na manhã de sábado dia 19/03 assistindo a chegada do Presidente Obama ao Brasil:

"É sempre emocionante, não  estou falando importante (tbém é) a chegada de um presidente dos EUA ou Papa, seja ele quem for. O cargo é carismático."

Digam-me se não é  verdade? A presença de Barack Obama no Brasil, não passou desapercebida por nenhum brasileiro.  As opiniões que ouvimos dos amigos, nas redes sociais, na TV e jornais, versaram sobre os mais diversos temas:
- Ele deve ou não quebrar o protocolo? Deve tirar fotos com o filho do governador do RJ, sair pela porta da frente do hotel para ser visto pelas pessoas que o aguardavam nas calçadas de Copacabana?
- Foi certo ou não trazer a família e confundir passeio familiar com  "visita de estado"? (Roberto Pompeu de Toledo - Veja)
- Na Cidade de Deus ele deve ir ao encontro da população ou só acenar com as mãos?
- Vai ao Corcovado ou não?
- Fez os discursos com tamanha informalidade que não se comprometeu com nada?

Foi importante sim.  Tudo foi importante, porque instigou nossa opinião, porque todos nós ficamos com a atenção voltada para ele,  todos temos um comentário a fazer. Porque   foi ele que veio até nós , por puro interesse deles ? Sim. Mas a vantagem moral é nossa, elevando assim a auto estima dos brasileiros (tomara que um dia nós possamos ter uma do tamanho da  dos americanos).

Foi importante sim,  porque embora ainda seja muito cedo para eu mudar de opinão,  reconheço que  vislumbrei a possibilidade de voltarmos a ter um Presidente, com postura de Chefe de Estado do qual estamos carentes há 8 anos .

Um comentário:

  1. Zelândia Ramos dos Anjos24 de março de 2011 11:24

    Minha linda, adoro o que escreves porque é teu retrato. Respeito teus pensamentos porque comungo deles. Aplaudo teu blog porque alí te retratas com toda a beleza que tens.
    Não pares de dizer o que pensas porque - por enquanto- vivemos numa democracia, nem sei até quando! Mas vale ser livre de preconceitos (próprios ou alheios), tu és exatamente assim, que bom!
    Brilha, minha estrela!
    Mãe

    ResponderExcluir