quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Um conto: Feliz Aniversário

Há pouco mais de dois meses nos conhecemos. Nem a chuva, nem a trovoada, nem o apagão daquela tarde impediram que nos encontrássemos. Tenho a pretensão de encarar isso como "bons presságios".

Quando te vi chegando, e através do vidro, você abriu esse seu sorriso lindo, naquele momento pensei: vou abraçá-lo. Levantei e fui ao teu encontro. Num comportamento que uma mulher não faz diante de um homem, senti pela primeira vez, teu corpo colado e apertado ao meu. Este foi apenas o primeiro de uma sequencia que vem acontecendo.

Confessei minhas artimanhas, furei esquemas e informações "sigilosas da agência", me infiltrei pelas redes sociais, marquei e desmarquei consulta. Me expus e ganhei o primeiro beijo ali mesmo na mesa junto com um chocolate quente. Sou mais intensa e por cautela "alguém" se passando por você, me avisou em sonho dizendo ao meu ouvido: “Eu sou mais contido” e por isso tento, nem sempre consigo, me manter mais quieta.

Você tem bom humor, é inteligente, é elegante, um cavalheiro. Tem me acrescentado ensinamento e cultura. Dono de um ciúme que eu ainda não vi acontecer. Mantém, no dia a dia, uma rotina quase militar, mas deliciosa, quando fura para a surpresa de um telefonema, rápido que seja. Me encanta quando dá um jeito para uma fugida, um encontro, uma tarde, uma noite, uma conversa, para fazer sexo com tesão...bom demais.

Racional. Afinal é preciso sobreviver. Um escorpião. Deste detalhe fui avisada desde o primeiro dia: "não queira conhecer" e ainda não conheci. Pelo seu sorriso, já sou encantada desde quando vi a primeira fotografia. A voz é mansa, mas de firmeza tal que afasta qualquer discussão, uma característica da personalidade. 

Mãos grandes que tocam meu corpo cheio de desejo por você. Os braços longos que me carregam para a cama, são os mesmos que me abraçam e onde descanso depois de tanto prazer.

Solta palavras e "de canto de olho" garante a brincadeira do assunto. No "roer" dos cantos da unha mostra uma certa inquietude. Já o andar rápido, é próprio do raciocínio acelerado. 

Você se anunciou como "uma peça rara e cara" e eu sou ré confessa: estou tentando conquistar. Sem apostar, apenas vivenciando este momento bom. Para a minha vida trago um pensamento e gostaria que você tivesse o mesmo: "Um amor vai curando outro, até que a gente encontre um que não machuque, que não maltrate, e que não deixe o próximo existir"(autor desconhecido).

O aniversário é seu, e eu aqui falando, falando, falando (sou mais intensa) só para dizer que quero você bem, com essa alegria de viver, com todo esse amor pela vida e pela profissão. Você ainda tem muito por descobrir e fazer, que seja com a tranquilidade de quem tem uma vida inteira pela frente. 

O maior presente que posso lhe dar é este: o meu sentimento traduzido em palavras. Grande beijo meu lindo. Sê feliz!


Nenhum comentário:

Postar um comentário