quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

NATAL, A Síndrome de Final de Ano

NATAL, A Sindrome do Final de Ano.

A frase " Não gosto desse clima e de final do ano" é frequentemente dita por muitas pessoas neste período do ano, apesar de todas as mensagens de paz que lemos e ouvimos. Uma espécie de tensão emocional pré natalina paira sobre nós. 
O quadro que vivemos, sentimos e vemos é meio caótico. Nos consultórios médicos, não há mais horários, nas ruas o trânsito está sempre  c o n g e s t i o n a d o, no comércio o número que calçamos ou manequim que queremos acabou, e se não nos apressarmos não dará mais tempo de encomendar a ceia.
Com qualquer pessoa que você  fale, ela estará com pressa (mais do que o normal), cheia de coisas à fazer e em estado de corre-corre acelerado. Demonstram internamente uma tristeza que não sabem explicar, uma angústia, um sentimento estranho, que as levam a dizer a frase inicial desse texto.

Os motivos alegados são os de que as pessoas fingem estar felizes, que há crianças pobres e ou nos orfanatos, porque há pessoas que vivem em estado de miséria, que Papai Noel só existe para os ricos ou ainda que estas festas não tem graça a partir da perda de algum ente querido.

Meu argumento é muito óbvio para derrubar esses pensamentos: Em qual momento da sua vida, você não tropeça nesses fatores do cotidiano citados acima? Você tem esse sentimento 365 dias por ano? Por que fazer justamente do único período do ano que temos para fazer uma grande festa, o dia de pensar nas desgraças e tristezas da vida? Ou você também não curte um Carnaval, uma Páscoa, um feriadão qualquer, porque lembrar das pessoas nos presídios, dos doentes nos hospitais, ou perdeu alguém querido...?  

Há pessoas que "não gostam do Natal", mas não deixam de ir para praia, nesse mesmo período, tomar cerveja e "aproveitar a vida" que diz ter direito.

Talvez o que você não goste, seja o tom piegas da mensagens de amor e paz, nascimento de Jesus, presépio com os 3 Reis Magos e seu significado ou a benção do Papa na Missa do Galo?  Que tal, então, você deixar isto para quem crê? Que mal há nisso?

Tudo é verdadeiro.

O Natal é uma Festa! O Ano Novo é uma Festa! 
Simples assim. Simplesmente a maior festa do mundo .  
Divirta-se. Aproveite e se faça uma pessoa melhor para você mesmo. Certamente estará ajudando, no mínimo os que o rodeiam.
FELIZ NATAL  e PRÓSPERO ANO NOVO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário