terça-feira, 20 de novembro de 2012

Dia da Consciência Negra




Há alguns anos, minha funcionária Léia, me contou que foi arguida por uma pessoa no balcão, se ela não iria folgar naquele dia, O Dia da Consciência Negra.
Ela respondeu: Não, porque não são eles que pagam meu salário.
Isto é  FAZER, é RESPONSABILIDADE, é  C O N S C I Ê N C I A. 
Uma negra mãe, esposa, com curso superior, batalhadora, pagodeira, sorridente (quando não está de TPM), que não precisa de "folga" no dia da Consciência, porque seu dia é todo dia, porque é uma cidadã brasileira, assim como tantas(os) outras(os).
Léia Afonso é funcionária do Cartório de Distribuição (Joinville SC), não por ser negra ou  por exigência de  cotas, mas porque é CAPAZ.


2 comentários:

  1. O dia da Consciência negra deveria ser todos os dias. Todos os dias deveríamos lembrar da escravidão no nosso país, essa vergonha que até hoje mancha nossa história.

    ResponderExcluir