terça-feira, 31 de dezembro de 2019

É vespera de Ano Novo, é Dia de São Silvestre.


Link da imagem


Hoje é Dia de São Silvestre, véspera de Ano Novo, é quando teremos, também, a chamada Noite de Réveillon, uma palavra francesa que significa reanimar, despertar.

É dia ou noite da virada de ano, é noite de ceia, de fogos de artifícios. Uma festa comemorativa que acontece em todos os dias 31 de dezembro e que precede ao Dia de Ano Novo nos países que seguem o calendário gregoriano.

Segundo o folclore português, esta celebração está ligada a uma lenda popular que deu à esta noite o nome de Noite de São Silvestre. Reza a lenda que:

“Na última noite do ano, estando a Virgem Maria debruçada dos céus sobre o oceano, São Silvestre veio-lhe falar. Nossa Senhora confiou-lhe a razão da sua tristeza: lembrava-se da bela Atlântida, afundada por Deus para castigo dos seus habitantes. Enquanto falava, Nossa Senhora deixava cair lágrimas de tristeza e de misericórida. São Silvestre reparou então que as suas lágrimas não eram lágrimas mas pérolas autênticas. Uma dessas lágrimas foi cair no local imaginário da extraordinária Atlântida, danto origem à ilha da Madeira que ficou conhecida como a Pérola do Atlântico. Dizem os antigos que, durante muitos anos, na noite de S. Silvestre, quanto batia as doze badaladas, surgia nos céus uma visão de luz e cores fantásticas que deixavam no ar um perfume estonteante. Com o passar dos anos essa visão desapareceu, mas o povo arranjou forma de a manter através do fogo-de-artifício das famosas Festas de Fim de Ano que enaltece as celebrações da Noite de S. Silvestre”.

Verdade ou mentira, se é lenda não costumo duvidar. Interpretar a transformação das lágrimas de Nossa Senhora em pérolas é uma questão de se empenhar na luta diária da vida e vencer. Se haverá mudança, não sei. Algumas dependem exclusivamente de nós, outras nem tanto.

Entre os 12 desejos pronunciados a cada uva que se come, na noite de Ano Novo, há de se ter predisposição em se fazer o movimento da transformação da lágrima em pérola. E quando o seu pedido estiver direcionado a alguém que este tenha a lucidez de fazer por si aquilo que só ele pode fazer.

O ano 2020 forma uma dupla de números pares. Diz o significado dos sonhos que ao sonhar com números pares, pare para refletir, pois indica que podem chegar escolhas difíceis. Por isso tenha calma ao tomar decisões. Neste ano não se trata de sonho. O ano par é real.

Já o número 2 indica dualidade, duplicidade. Chegou o tempo para perceber que tudo tem o lado bom e mau e que é sempre preciso ponderar e tomar atitudes e para ir em frente.

Comemorar a virada do ano com a expectativa de que ele vai promover uma mágica nas nossas vidas é pura ilusão. Porém, festejar com alegria e otimismo é colocar amor na própria vida, é transformar lágrimas em pérolas.




Nenhum comentário:

Postar um comentário