quarta-feira, 9 de fevereiro de 2022

Pâtisserie Le Jardin - Doçura autênticamente francesa

Legenda #PraCegoVer - Card com quatro fotos. Na parte superior o jardim de grama verde, a casa de uma porta larga e um janela de dor rosa com o nome Pâtisserie escrito com letras pretas. Ao lado esquerdo da construção varanda com mesas para sentar. Embaixo da esquerda para a direita os doces Green Valley, o Paris-Brest e o Saint-Honoré servidos com uma xícara de café.


A primeira impressão que se tem da Pâtisserie Le Jardin é a de ser uma casinha de brinquedo. Construção pequena, de cor rosa e apenas três mesas para sentar. No balcão de vidro estão expostos poucos, mas preciosos, doces franceses.

A riqueza está no detalhe e toma proporções do tipo prêmio ouro de qualidade quando começa a prova degustativa. Os nomes são pouco conhecidos mas de uma elegância e requinte sem similar na região.

A pâtisserie está localizada, em uma rua sem pavimentação, no interior do município de Balneário Piçarras (SC). O acesso é pela saída 100, da BR 101, no sentido norte/sul.

Pâtisserie é um termo francês sobre preparação de massa fina usada e elaborada para doces finos. O chefs pâtissiers Gustavo Alberto Pinto Schreiner e Jéssica Matilde Maestri Schreiner são os mentores, os criadores deste ambiente de aromas e sabores doces. 

Em busca de conhecimento na arte da pâtisserie o casal decidiu ir para a França e Espanha. "No início o nosso trabalho era só com confeitaria brasileira. Nós tínhamos uma loja de venda de bolos, de objetos e utensílios para a produção de doces e a Jéssica dava cursos" conta Gustavo.  

Na volta da França, em novembro de 2019, venderam a antiga loja, os equipamentos e foram para Gramado (RS) fazer pesquisa de mercado para instalação do novo comércio naquela cidade. Com a chegada da pandemia, em março de 2020, decidiram por permanecer em Piçarras, investir na cidade  e no imóvel de sua propriedade.

Sobre a localização, fora das vias movimentadas do centro comercial, o pâtissier  diz: "Eu e a Jéssica apostamos em fazer um trabalho de qualidade, diferenciado e certos de os clientes viriam nos procurar". Dessa forma iniciaram oferecendo 80% de confeitaria brasileira e 20% francesa. 

Hoje a vitrine é 100% de confeitaria francesa. Um trabalho único com atendimento quase que exclusivo e resultado acima do esperado. "Temos noção que nossos consumidores não vêm todos os dias para comer, mas saem daqui com um sabor marcante de paladar exclusivo".

A divulgação é feita pelo Instagram @patisserielejardin e pelos próprios clientes que se surpreendem com o lugar e com a delícia dos doces. 

O Paris - Brest

O Paris-Brest, xícara de café, envelope com desenho de talheres e lata de leite môça usada para os sachês de açúcar.


O Paris-Brest é uma das receitas mais famosas e tradicionais da pâstisserie francesa. Foi criado em 1910 em homenagem à corrida de bicicleta chamada Paris-Brest-Paris (PBP) que teve início em 1891. O formato redondo com um furo no meio é inspirado na roda da bicicleta. A massa é tão macia que se confunde com recheio de creme de avelã salpicado de lascas da mesa amêndoa.
 
O Saint-Hanoré
O Saint-Honoré, xícara de café, louça de porcelana branca.

A torta Saint-Honoré é outro clássico francês do século XIX. Criado por Chiboust, chef da pâtisserie Place da La Bourse, localizada na rua do mesmo nome. Assim como uma homenagem ao Saint Honoré, santo protetor dos confeiteiros. Creme chiboust caramelizado entre chantilly.

O Green Valley

O Green Valley servido em prato de cor verde.
 
O Green Valley é uma combinação surpreendente feita com o salgado do pistache, a refrescância da tangerina e a acidez do limão yuzu. Montado sobre uma base patê sucree 100% cacau, combinados de forma cremosa, reunindo elegância, sabor e textura.
 
Legenda na foto para acesso do deficiente visual #PraCegoVer. Seu blog dá acesso ao deficiente visual? 
Arte de Leticia Rieper.  

Um comentário:

ui4uwyrrma disse...

Otherwise, they'd be within the position of individuals putting massive sums of cash on the playing desk when the roulette wheel is spinning. The Labouchère System is a progression betting strategy like the martingale however does not require the gambler to risk their stake as shortly with dramatic double-ups. The Labouchere System involves using a sequence of numbers in a line to determine out} the wager quantity, following a win or a loss. Typically, the player adds the numbers on the front and end of the road to determine out} the size of the following wager. If the player 1xbet wins, they cross out numbers and continue engaged on the smaller line. If the player loses, then they add their previous wager to the top of the road and continue to work on the longer line.