segunda-feira, 11 de junho de 2012

RIVERA, UY - Centro de Compras

RIVERA. UY - 



Há tres anos, resolvemos fazer uma viagem pelo Rio Grande do Sul e incluimos Santana do Livramento com interesse em conhecer  Rivera UY. Estamos falando de duas cidades localizadas na fronteira que dividem (ou unem)  o Brasil e o Uruguai. 
Em 2010, em outra viagem, desta vez pelo Uruguay, acabamos fazendo o retorno por
Taquarembó (UY) e entramos no Brasil  também por Rivera e Santana do Livramento. Rivera é um centro de compras de produtos importados, com lojas destinadas ao Free-shop, voltadas ao público brasileiro. Prova da esperteza  dos uruguaios, sabedores de que brasileiros e brasileiras não resistem a tal comércio.
Há também em Rivera  um excelente comércio especializado em apetrechos de montaria, cujo material é riquíssimo de opções no Uruguai, e motivados pelo amigos Silvinho e Maria Regina Pereira, os quais foram responsáveis por muitas risadas, (assunto para outro post), lá fomos nos aventurar mais uma vez.
Voltando às compras,  me surpreendi muito com o crescimento e o desenvolvimento que ocorreu em Rivera, desde a última vez, que lá estive. Comparar em tamanho e diversidade de produtos com Ciudad Del Este, é impossível, porém o progresso de Rivera é incontestável.


Sineriz se destaca, como a maior loja de departamento da cidade.  No Duty Free America, você tem o conforto de poder utilizar carrinho de supermercado para colocar os produtos escolhidos, sem perder a classe entre os relógios, óculos, canetas e carteiras de griffe como Bulgari, Cartier, Omega, Tag Hëuer, Dolce Gabbana, Montblanc, Armani, Donna Karan e outros. Em todos os dois você encontra roupas Hugo Boss, Calvin Klein, Tommy Hilfiger, Nike, Diesel, Reebok, Cangol,  Guess, Lacoste, Timberland. Um grande setor de eletroeletronico que, de todos os setores, foi o que percebi maior crescimento, TVs, som, máquinas fotográficas, cafeteiras, jarras elétricas, ar condicionado, máquinas de tudo e para tudo.  Um diversificado setor de comidas, temperos, azeites, chocolates e balas. E o maior de todos, como na maioria das lojas, os setores de bebidas, perfumaria e cosméticos.



Vá nas lojas P.A.R.I.S.I.E.N   E INDIAN'S  e surpreenda-se com blusas, casacos, sapatos, botas e bolsas de confecção uruguaia por menos de R$ 100,00.














A loja Barão, que conheci na primeira viagem, era só uma portinha, especializada em vinho, principalmente  os uruguaios, que são excelentes, hoje é outra grande loja de departamento. Outra surpresa, foi encontrar um revendedor Apple.





Dentre as lojas menores, destaque para  a Zebra, The Place, Neutral.



    Lojas como Baguales vende roupas campeiras (inclusive a confecção Pampeiro), botas de serviço ou de montaria, acessórios como cintos, chapéus, boinas gaucha, lenços, aperos completos (rédea, cabeçada, chincha, lático, lóro de estribo, estribos fundido em bronze, sobre chincha, cabresto, pelego, bachero, manta )para montaria, representantes exclusivos da griffe Paysandu, fabricante dos mais famosos bastos (sela). Você também encontra os acabamentos para os aperos de montaria em prata e ouro feitos à mão, verdadeiras jóias com preços proporcionais. Nestor e Nívea, os proprietários, junto com o filho Fernando e os funcionários Patrícia e Iveto, foram extremamente simpáticos e atenciosos, nos auxiliando em vários momentos, com informações importantes.





Loja Malacara, também vende roupas, botas, chapéus, palas, ponchos, facas, e é especializada em armas esportivas, armas de pressão, arqueria e artigos de pesca. 







Uma loja, se destaca,  entre todas as outras, pela sua decoração, que é toda  com objetos antigos. Mas à venda, somente os  tecidos em metro para confeção de ponchos (palas) e os mesmos prontos. Se você não prestar atenção, talvez não a encontre porque não há placa indicativa na porta, guarde o endereço, Av Sarandi 474.



Existe um algo diferente nesta cidade. 
As grandes lojas por si só se destacam, porém, se você escolher entrar em qualquer loja considerada pequena, você encontrará produtos de qualidade, diferente de Ciudad del Este, onde loja pequena é sinal de produto falsificado. A qualidade do atendimento, é incomparável, as pessoas são atenciosas, educadas e bem informadas sobre o produto que vendem. 





Póximo post: Rivera UY -  Cidade 






5 comentários:

  1. Oi Raquel! Essas fronteiras são tudo de bom, não é? Da próxima vez, tentem o Chuí e aproveitem para esticar a viagem para as praias uruguayas, Punta e Colônia do Sacramento. É uma viagem e tanto! Faço com frequência, pois minha família mora quase na fronteira, vale a pena! Isso sem contar o churrasco uruguayo e as pessoas, que são muito simpáticas!
    Beijão, e continue nos passando dicas!

    Amanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda! Simmmm eu conheço tudo isso. adoro passear no Uruguai.

      Excluir
  2. Oi, linda, ainda bem que ñ estava contigo porque ia me esbaldar com um sonho: uma caneta montblanche... ai, ai...
    bj Mãe

    ResponderExcluir
  3. Ainda nao conheço o Uruguai, acho que qdo eu for ao Brasil, acho que eu vou dar uma passadinha por lá, fiquei muito interessada, ainda mais que dizem que o presidente de lá é o melhor do mundo.. :)

    ResponderExcluir
  4. Ana Eu adoro o Uruguai, vou passar uns links que tenho para vc ver.

    ResponderExcluir