quarta-feira, 6 de março de 2013

RIVAL - O Que ou Quem é a Rival

Link da imagem



O QUE É ou QUEM É A RIVAL? 

Quando ganhei uma adaga de presente, meu amigo me disse: Agora você está armada para enfrentar sua rival.
Incontinente respondi: Mas eu não tenho rival.... as que apareceram eu fiz assim... E apontando para o meu pé fiz como se estivesse esmagando uma barata. 
Todos rimos.
Em uma outra situação de brincadeira em torno do mesmo assunto, respondi: Não há problema, é só mais uma que terei que dar uma rasteira.
Mais uma vez rimos e é por este motivo que resolvi publicar o que penso sobre o assunto.

O que é ou quem é a rival?

A rival não é ninguém, a sua existência é sempre negada.

A rival é a que nos melhores momentos, está sozinha.

A rival é sempre a que não tem competência para ser a primeira.

A rival é tão menos inteligente, que ele não aguenta ficar mais do que poucas horas ao seu lado.

A rival só ri e faz beicinho...talvez masque chiclete.
_...mas o que importa? A gente não quer para isso....? (Pensamento que já estará passando pela cabeça de algum homem neste momento).
Sexo?
Que bobagem! Somos todas iguais. 
Trate sua mulher como você trata sua amante e verá o resultado. A recíproca é verdadeira.

Mas ela não me trás problemas..._você pode argumentar.
Não?? Então tente dizer a ela que está tudo acabado entre vocês. 

A rival é a outra, a amante.
A amante que na verdade, não é amada, é aproveitada.

E por não ter nada a perder, ela sempre dá um jeito de fazer você saber que ela existe. 
Não resiste a mandar uma fotinho pelo celular, a publicar no FB uma foto com discretos vestígios (que só você identificará), e aquela clássica ligação rápidinha de um toque, só para deixar a msg de ligação perdida.

_Ei você aí que vive aí as escondidas, mantenha-se na sua insignificância. 

Toda mulher sabe que é traída, o homem não. Vantagem para o time feminino...


Ela sim, a rival, é traída duas vezes: pelo seu amante (ou você pensa que com você vai ser para sempre?) e pelo marido ou namorado


O grande momento para uma mulher quando sabe que foi traída é  quando mostra para a rival, o quanto ela é substituível.

Em recente comentário sobre a minha grande e sempre pesada bagagem de viagem, restou a afirmação: 
_esta é a diferença que há entre uma mulher e aquela que vai só com a roupa do corpo para passar a noite...


Homem quando quer se insinuar para uma mulher comprometida, o faz quando ela não está acompanhada, atitude de quem não está procurando confusão. 
Mulher não. Ela se insinua para um homem acompanhado, exatamente para ser vista.

"Ver coisas onde não existe" é atribuido a nós, injustamente como comportamento de quem é ciumenta ou barraqueira.

Enganam-se os homens, falamos do que vemos com conhecimento de causa.

Mas, justiça seja feita, a rival não faz somente o papel de vilã, a sua existência já salvou muitos relacionamentos. 

A competição pode ser instigante e desafiadora. 

E vencerá quem conhecer a "Arte da Guerra". #SOUMARCADAGUA

6 comentários:

  1. Raquel,

    Adorei suas impressões sobre "a rival", bem interessante. Podemos até ser rivais de nós mesmas, ai é que mora o perigo rsrsrs Gostei do texto, parabéns!
    Mil bjokas e uma linda semana.

    ResponderExcluir
  2. É. Não é facil.
    Aprendi bastante. E como a vida é um eterno aprendizado, valeu.

    ResponderExcluir
  3. hehehehe... nada como ser mulher e experiente...

    Beijos Raquel!
    Andréa von

    ResponderExcluir