sábado, 13 de abril de 2013

Homossexualidade e a Liberdade de Expressão

A minha inspiração hoje, veio do post de Andrea von Linsingen e dos comentários de Orley Antunes.

De domingo para cá, o assunto Daniela Mercury está literalmente na boca do povo, mas na boca do povo que é homossexual, bissexual ou assumidamente aberto para estas relações.

Os outros, estão com tudo entalado na garganta.

No Brasil, só os ditos politicamente corretos podem falar.

Neste exato momento, alguém que esteja lendo isso, deve estar pensando: esta é homofóbica

Absolutamente, você está errado(a). Conheço, tenho amigos homossexuais e os respeito, tanto quanto os meus amigos que não o são. Nem mais, nem menos.

Respeito também, os homossexuais que tem a coragem de dizer que não escolheram ter nascidos "assim". Palavras ditas por Tammy num programa Altas Horas, mas são e vivem a realidade deles, que é cheia de preconceitos, discriminação, inclusive por pessoas da família.

Como mãe de filhos héteros, confesso, que sou feliz por eles não terem que passar por este mesmo dilema, a rejeição. É um problema a menos no meio de tantos outros, neste circo chamado vida.

O espetáculo na frente das câmeras de TV, para  as explicações, descaracteriza toda a naturalidade do acontecimento.

Eu tenho que "respeitar" calada (e sair disfarçadamente de escanteio) quando uma mulher se insinua para mim. Como hétero, se eu disser claramente e com todas as letras, n ã o, serei tachada de homofóbica ou preconceituosa.

Cada um é o que é, mas só quem tem liberdade de expressão, nos dias de hoje, são os homossexuais, ou aqueles que pertencem a outras classes ditas minoritárias.

Tudo o que eu disser, poderá constituir-se em prova contra mim.
Isto também é PRECONCEITO e DISCRIMINAÇÃO.

3 comentários:

  1. Um exemplo é a camiseta "100% negro" muito usada. Imagine se alguém pensa em usar uma camiseta "100% branco"...

    ResponderExcluir
  2. Estás certíssima Raquel, superlinda. A liberdade de expressão tem que valer para os dois lados.

    ResponderExcluir