domingo, 28 de abril de 2013

Uma Vida Em 52 Objetos - 34/52 Semanas - Olho Grego






Mandinga? Crendice? 

Antes prevenir do que remediar...



Todas as "leis dos pensamentos positivos" lembram-nos diariamente do poder que nossos pensamentos  e palavras tem. Sempre alertando-nos de que pensando coisas ruins atraíremos coisas ruins. 

Se pensando coisas ruins atraímos coisas ruins, pensando coisas boas atrairemos coisas boas, certo ????

Olho grego é um talismã contra a inveja e o mau-olhado, também conhecido como um símbolo da sorte e que funciona contra energias negativas. 

Se usamos ferraduras na parede, figas, velas,  fitinhas, arruda e até vassoura atrás da porta, não custa nada usar também um olho grego.

Eu que acredito em tudo que pode ser bom e trazer sorte, sem nenhum fanatismo, tenho um olho grego bem grande em forma de peso para papel, que está em cima da minha mesa no trabalho.

Nada mais significativo.

Acrescento a informação feita no FB por minha amiga Silvia Helenice Nitschke

  •  este amuleto é muito utilizado entre os povos árabes, turcos, persas, gregos, indianos e outros, tendo sempre a mesma significacao.


Silvia Helenice Nitschke isso é um Hamsa ou Chamsa...(palavra árabe, daí ser pronunciado de formas diferentes); e dentre as variacoes de Hamsa, existe aquela da "maozinha com os dedos polegar e o mindinho do mesmo tamanho" (vide:http://t2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRnjedRNtO7XH5ALAAENq9iHFdVuor_nhszqmZTdMDL0wgMkAXkCQ)





Entenda o que é "A Vida Em 52 Objetos"

2 comentários:

  1. Também acredito na lei da atração, Positivada atrai Positividade e assim vai.
    Sempre tive certo fascínio pelo olho grego, mesmo não sabendo de seu significado e da sua origem.
    Tenho um em meu molho de chaves, e acredito no poder que ele tem.
    Edgar Ageu
    Space Edgar Ageu

    ResponderExcluir
  2. Dei um Olho Grego de vidro para minha mãe q ela adora.
    Todos os anos ocorre uma feira sobre turismo num centro de convenções aqui em Lisboa. Fomos numa delas, e num stand do Marrocos compramos duas Hamsas, q eu chamo de Mão de Fátima. Um senhor q lá estava cizelou o nome da minha mãe numa e na outra colocou o nome da nossa família. Estão em ambas as casas, na parede acima da porta de entrada.
    Creio q a acabamos por imantar alguns objetos com a nossa positividade e estes acabam por repelir, ao menos, pensamentos contrários.
    Bjs.

    ResponderExcluir