sábado, 1 de junho de 2013

Cenas do Mercado Central de Santiago do Chile

Mercado Central de Santiago do Chile é colorido, diversificado, alegre, bonito, bom e barato.

As margens do Rio Mapocho, construído todo em estrutura de ferro, em 1872, no lugar da antiga "Plaza e Abastos" destruída por um incêndio em 1864.

A inauguração foi marcada com uma Exposição Nacional de Artes e Industrias. 

Citado por muitos como Mercado Municipal o seu nome correto é Mercado Central.



As bancas de legumes, verduras e frutas, as mais diversas e saborosas. 
Foi aqui que fiquei sabendo que para o chileno, abacate é considerado verdura.  
Peixes e frutos do mar, iguarias do Oceano Pacífico expostas pelos quatro cantos.
Cantoria, dança, muita gente e comida boa.

O antes e o depois da centolla. 
Frutos do mar é a especialidade do Donde Augusto ou de  qualquer um de seus restaurantes.


Depois de posar com a centolha e contar histórias de nossos "hermanos", o garçon foi merecedor da écharpe do Coxa, que a entregou ao dono do restaurante para colocar na parede.

Mais uma peça para compor a decoração das paredes, que é repleta de bandeiras e fotos de famosos ou reportagem de jornal sobre o local.


2 comentários:

  1. Excelente matéria Raquel. Eu conheço este Mercado e o achei fantástico, aliás adorei o Chile, pena que fiquei poucos dias, e conheci somente Santiago, Valparaíso e Vina del Mar.

    ResponderExcluir
  2. Raquel, também gostei muito do mercado de Santiago, dá pra passar algumas horas por lá petiscando e tomando Pisco Sour! Já a centolla não achei tudo aquilo. Para comer frutos do mar em Santiago, descobrimos um restaurante super legal e não muito conhecido por turistas: o Oceans Pacific. Lá, além da comida boa a decoração é fantástica! Beijão!

    ResponderExcluir