terça-feira, 4 de junho de 2013

Sucesso. Quem Faz Por Merecer?

Numa palestra no Centro Espírita, há anos, ouvi a seguinte história:

"Uma senhora de idade bastante avançada, estava frequentando um curso para formação de  evangelizadores. 
Durante todo o curso, teve presença assídua nas aulas, sem nunca ter sido questionada sobre as suas pretensões em relação ao curso, embora fossem visíveis suas dificuldades em movimentar-se, ouvir e até falar.
No dia do encerramento, de forma comemorativa, todos os participantes deram seus depoimentos. Quando chegou a vez da senhorinha, esta falou: Não fiz este curso para ser evangelizadora, pois não tenho mais condições físicas para tal, e sim para que na próxima encarnação eu já venha com o curso feito".

Desta história nunca mais me esqueci, também não procurei saber da sua veracidade ou não. A mim, bastou a mensagem que ela trasmitiu-me, de que nunca é tarde para obter conhecimento e que idade não pode ser referência para desistir.

Esta é a parte séria da história.

Agora vamos à parte, digamos, descontraída.

Contando o fato a uma amiga, na época, ao final ela muito envolvida pelo que acabara de ouvir, falou:

_ Vai ver é isso que acontece, quando a  gente vê  criancinhas que desde pequena, sem ninguém ensinar, sabem tocar piano, conversam como gente grande, leem, cantam e dançam...vai ver é porque elas já veem com o curso feito.

Seguiu-se uma gargalhada atrás da outra das pessoas que ali estavam.

Desde então, sempre que vejo pessoas com talentos inatos, penso nesta história da senhora e na dedução da minha amiga.

Para mim, nada explica melhor, o sucesso de pessoas que se destacam, numa mesma situação disputada por tantos outros.
Mais ou menos assim:



Milhares e milhares de meninas moças querem ser modelo e só uma, Gisele Bündchen, consegiu o Olimpo. E conseguiu sem disputar concursos ou maratonas. Foi descoberta por olheiros. 
Todas as outras modelos, lindas e maravilhosas que são e que também obtiveram sucesso, o são sem ser. Só ela é o máximo. 

No futebol então nem se fala, porque a luz recaiu em cima de Neymar. Quantos e quantos meninos jogaram com ele e outros que jogam atualmente, não tem o talento para também ser jogador do sonhado Barcelona? 
Porque Ronaldo Fenômemo, um verdadeiro craque, campeão de Copa do Mundo, jogou bola por uns 10 a 15 anos, não sei ao certo, dos quais, pelo menos a metade, ficou sem jogar por impedimento físico.   E tantos outros não conseguem obter o mesmo sucesso que ele?

Agora os cantores. Motivo de conversa e risadas no twitter esta semana. 
Só eu posso apontar dez pessoas que cantam melhor do que Luan Santana, Gusttavo Lima e Thiaguinho. Conheço verdadeiros contores que não conseguem mostrar o talento que tem, quem dera fazer sucesso. 
não estou falando em estilo ou música, falo em qualidade de voz. 

Misturando um pouco da seriedade da mensagem espírita com a conclusão bem humorada da minha amiga, penso que, a mensagem que todos esses "bem sucedidos", falam na frente dos microfones, com ares de quem muito batalhou na vida, "não desista nunca do seu sonho", só pode ser: vá fazendo seu curso, sua chance pode estar na próxima encarnação.


4 comentários:

  1. Você desenvolveu muito bem tema, dentro dos ensinamentos da Doutrina Espírita.
    Lógico que há outras vertentes que devem ser levadas em conta, o que não deslustra nem diminui o cerne do seu comentário.
    Parabéns mais uma vez.
    Esclarecimentos maiores: O Livro dos Espíritos de Allan Kardec.

    ResponderExcluir
  2. Raquel

    Quer linda estória, acho que é mesmo coisa divina. Estou fazendo vários cursos para minha próxima reencarnação rsrs Me emocionei com o depoimento da senhora e sei que nesta vida, é apenas o alicerce para a próxima que virá.

    Um lindo final de semana, bjosss

    ResponderExcluir