sábado, 30 de agosto de 2014

Os Famosos Óculos Ray-Ban




"O primeiro Ray-Ban você nunca esquece".

Um óculos que vai e volta e nunca saí de moda. Tem no modelo aviador, o clássico dos clássicos em matéria de óculos Ray-Ban.

Audrey Hepburn, Jackie Kennedy usaram os modelos wayfarer e Jackie Onn.

Agora o blog superlinda desfila com um novo e moderno modelo #superfashion.

Só falta a Ray-Ban me descobrir ;)

Brincadeiras à parte, leia abaixo a história dos famosos óculos Ray-Ban, da página Wikipédia.


General Douglas MacArthur usando o modelo Aviator da Ray-Ban em 1944.

A atriz Audrey Hepburn usando o modelo Wayfarer no filme Breakfast at Tiffany's em 1961.
Os óculos Ray-Ban foram criados em 1937. Alguns anos antes da sua criação, o tenente John MacCready retornando de uma aventura aérea em um balão reclamou que o sol tinha irritado e danificado a retina dos seus olhos. Ele contatou em Nova Iorque a famosa loja e fabricante de óculos Bausch & Lomb, pedindo-lhes para criar óculos elegantes e que desse proteção aos seus olhos contra os raios solares. E dessa característica surgiu o nome da marca, a mistura do termo em inglês raio (Ray) e as três primeiras letras da palavra banir (Bannish). Em 7 de maio de 1937, a Bausch & Lomb registrou a patente. O protótipo, conhecido como Anti-Glare, tinha armações muito leves pesando 150 gramas. Elas eram feitas de metal banhado a ouro com lentes verdes de cristal mineral que filtravam os raios infravermelhos e ultravioleta. Os pilotos da Força Aérea dos Estados Unidos imediatamente adotaram os óculos de sol devido a estas características. Assim, o modelo Ray-Ban Aviator se tornou um estilo bem conhecido de óculos de sol dada a sua popularidade entre os pilotos. Ficou também internacionalmente conhecido quando o General Douglas MacArthur desembarcou em uma praia nas Filipinas durante a Segunda Guerra Mundial e vários fotógrafos registraram esse momento e General Douglas estava utilizando tais óculos. Daí por diante os óculos Ray-Ban se popularizaram não só entre os militares, mas também entre os consumidores em geral.[4]
Durante a década de 50, mais precisamente em 1952, o designer Raymond Stegeman criou o modelo Wayfarer construído com armação de plástico e com um desenho inspirado em carros com traseira rabo-de-peixe, muito comum na época. Raymond Stegeman vendeu o protótipo para a B&L que registrou a patente como Ray-Ban Wayfarer. Seu objetivo inicial era vende-los também a pilotos todavia foi comumente adotado por artistas. Os Wayfarers obtiveram grande popularidade na década de 1950 e 1960, especialmente após de terem sido usados por Audrey Hepburn, em 1961 no filme Breakfast at Tiffany's.

Durante a década de 60, o Ray-Ban Jackie Ohh, ganhou destaque mas não ficou tão popular quanto os modelos Aviator e Wayfarer, ao ser usado pela primeira-dama americana Jacqueline Kennedy. O nome veio do apelido dado pela mídia á primeira-dama.
Após o período de sucesso nas décadas de 50 e 60, o Wayfarer caiu no esquecimento nos anos 70 e quase ficou fora do mercado. Nos anos 80, a Ray-Ban resolveu investir no modelo novamente com a inserção em vários filmes de Hollywood e deu certo. Na década de 80 os óculos voltaram a ser destaque de moda e vendas. Nos 20 anos seguintes a Ray-Ban diversificou seus modelos e se firmou como uma das maiores marcas do setor.
Em 1999 foi comprada pela empresa italiana Luxottica por U$$ 640 milhões.

5 comentários:

  1. Oi, super linda

    Amei saber de tudo.... Amo a marca e alguns modelos são eternos... vc foi uma modelo perfeia, amei o seu!!

    Bjos e boa semana,
    Sheyla.

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do texto informativo!
    verdade não esquecemos de alguns modelos antigos!
    O que você está usando é show,amiga!
    bom domingo!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  3. Raquel, esse modelo Round com lentes espelhadas, lhe fica bem bacaninha. Gosto também do modelo Erika, que além de ser bem delicado, me parece bem versátil (do esportivo ao clássico) dependendo da cor de armacao, lentes ou hastes, além de apresentar 3 tons de rosa (divinos).

    ResponderExcluir