sábado, 20 de junho de 2015

REMÉDIO ANTIMONOTONIA - de Luz de Luma - O VIAGRA FEMININO



Luma escreveu em seu post Remédio Antimonotonia que existe uma "corrente masculina apavorada que já imagina que o aumento da libido na mulher causará estragos nas relações monogâmicas".   

Que se preocupem de alguma forma, nem que seja com o remédio antimonotonia, já que não identificam onde está o problema da frigidez feminina.

Como sempre, parece que o homem quer ter o direito do poder sobre o controle do prazer sexual. O seu e o da mulher. E sob o ponto de vista deles, esses sempre têm desejo, elas é que não.  

Nos culpam pelo pouco prazer sexual que damos aos nossos homens. Coisa que eles nunca reclamam das mulheres com quem transam fora do casamento. O problema parece sempre estar naquela que eles têm dentro de casa.

Quando está longe da cama, você lembra de dizer por mensagem, um rápido telefonema, um roçar de braço no corpo dela, um olhar malicioso dentro de uma loja, no shopping, dentro do carro mesmo com as crianças no banco de trás, o quanto você está com tesão nela? Sim, porque para a outra você lembra...

Alguns confundem ser mal amada com falta de sexo.

Faça a sua parte direitinho e você não terá de se preocupar com a chegada daquilo que estão chamando de viagra feminino. Aliás, é uma droga totalmente diferente.

Um mulher traí o seu parceiro, não para ter satisfação sexual. Ela traí para ouvir de outro, aquilo que não ouve mais do seu companheiro. Quer se sentir da mesma maneira como aquela mulher com quem você transa fora de casa.

"Não existe pílula que dê jeito se você tem ao seu lado alguém desinteressante e seu ambiente de vivência seja culturalmente repressor ou machista onde a sedução fica fora de plano." Mais um comentário pontual de Luma no texto.

O desejo sexual todas as mulheres têm. O que muitas delas não têm é um homem que as faça ter prazer. 

O uso de medicamento de estímulo sexual, é um assunto extremamente delicado que coloca qualquer pessoa em situação de constrangimento. Fere a autoestima. A privacidade do uso é necessária até mesmo para a sua integridade moral, tal é o preconceito por algo exclusivamente de função física. 

A questão principal é saber se há desejo sexual pelo seu parceiro ou parceira, porque fazer sexo com prazer não depende de medicamento.

Descrição detalhada das fotos para acesso do deficiente visual (para saber mais clique aqui) Foto  de casais em pose íntima, tirada do google dos sites AmargosaNotícias.com e bolsademulheramoresexo.

9 comentários:

  1. Oi, Raquel!
    Essa pílula pode até não servir para melhorar os relacionamentos, mas abre brechas para discutir o assunto, assim como abriu quando surgiu o viagra masculino e, quem sabe derrube a informação errada de que os homens se interessam e pensam mais em sexo que a mulher. O que acontece é que a mulher perde o interesse pelo sexo quando o homem é rotineiro e sem criatividade ou coloca a vida à dois no automático.
    Valeu, Raquel! Tenho conversado muito com minhas amigas, mas percebi pelos comentários no blogue, que muitas mulheres ainda encaram o sexo como tabu ou como "tudo o que seu mestre mandar". Eu converso aqui e você conversa aí... rs.
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos instigando homens e mulher a pensar. Beijos e obrigada por sempre me dar assunto para falar.

      Excluir
  2. O sexo é como a alegria. Quando perdemos o desejo, deixamos de sorrir.
    Parabéns pelo texto
    #SooRockAlivia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Amigo(a) que vejo pela primeira vez por aqui e que me deixa muito feliz. Aproveitando seu nome (?) diria que #SoosexoAlivia, também, assim como o rock. rsrsrs Grande abraço e obrigada.

      Excluir
  3. Respostas
    1. Digamos, uma opinião com conhecimento de causa. Obrigada minha querida psicóloga e poeta.

      Excluir
  4. Um "romancinho" tem a ver com o desejo.
    Homem já nasce com ele (sem precisar de Viagra).
    Mulher sente desejo, mas o parceiro tem que jogar um charme.
    No dia a dia, deve haver um toque que eletriza na hora rsrsr
    Ótimo texto da Luma e da Raquel.
    Boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um romancinho é mais do importante, acompanhado de um toque, fica irresistível, minha amiga. rsrs Abraços.

      Excluir
    2. Colocar a vida no automático que me referi acima é justamente deixar de conquistar, cativar, criar um "romancinho" que se referiu a Jô... Mais que isso, é preciso entender que o sexo para a mulher não começa na cama, começa num bom dia ou numa despedida calorosa... algo que faça a mulher nutrir expectativas durante o dia... rs.

      Excluir