domingo, 9 de outubro de 2016

MENOPAUSA em pleno OUTUBRO ROSA



MENOPAUSA SEM SEGREDO. Este foi o título da reportagem apresentada no programa Fantástico pelo Dr. Drauzio Varela. Esclarecedora, didática e terrivelmente verdadeira. Não por orgulho, muito menos por prazer, enfrentar a fase chamada menopausa, mesmo que em forma de piada "aceita que dói menos" é a melhor opção. Qualquer mulher que queira viver 55 anos, e todos os outros na sequencia, terá que enfrentá-la um dia. Pior para quem sente vergonha de si mesma quando passa por este processo desagradável fisicamente, com consequencias emocionais, sem fazer o tratamento necessário.

No mês em que tiramos o sutiã, não por um grito de liberdade, mas pela saúde, faço do #SuperLinda um canal para me expressar e, quem sabe, ajudar a quebrar o tabu sobre o assunto menopausa.

Esta é, sem dúvida, a pior fase que uma mulher atravessa. Motivo de piada, ela não escolhe o lugar nem a hora para se manifestar. Nos expõe a situações vexatórias e diz a idade que temos sem pedir permissão. O que, para muitas mulheres, agrava ainda mais o problema. Sem escolha, você é separada, por uma linha imaginária para um mundo a parte. O lado dos que perderam a vida, seus prazeres sejam afetivos e/ou sexuais. 

Isto é ignorância, falta de conhecimento e preconceito originário de antigas crendices.


Mas também podemos conferir a essa "pior fase" aquilo que eu chamo "inverter meus pensamentos" e que se tornou a minha especialidade, portanto, não enfraqueça. Faça planos, crie expectativas de vida, e mais, se permita ter fantasias, ilusões e porque não...utopias. Chegou o tempo em que é possível afirmar que não temos pressa, afinal temos a vida inteira pela frente.

Não tenho nenhuma dificuldade em pronunciar esta palavra ou tratar deste assunto. A transformação física e emocional pela qual passamos durante este período, só é comparado a um tsunami. Não há o que façamos que impeça o aumento do peso, que as gorduras se instalem ou que a cintura engrosse. Temos uma irritação incontrolável, quase sempre.É um período de frustração, de falta de aceitação, de se sentir inchada e dos detestáveis calorões.

Sei que algumas mulheres não podem fazer TRH, mas fazer a reposição é passar pela menopausa aliviada pela ação do hormônio, com a sensação de que ela não existe. Mais do que nunca é necessário atividade física, comer menos e melhor, tomar muita água. 


Acima de qualquer coisa é preciso assumir.

2 comentários: