sábado, 22 de fevereiro de 2020

Tijucas é a dona dos meus carnavais.

Montagem de duas fotos de carnaval em Tijucas. Em cima a turma dos meus pais anos 40/50 e embaixo a minha turma dos anos 70.

Não passei todos os meus carnavais em Tijucas - SC, mas minhas melhores lembranças são dos que brinquei no Tijucas Clube.

Escrevo "brinquei" porque no meu tempo a gente brincava o carnaval. Tudo mudou e tudo tem a sua época. Os jovens de hoje, um dia também dirão: _Ah!!! Antigamente é que era bom!

Quando alguém com mais de sessenta anos, assim como eu, relembra do carnaval de sua época, é retrucado de imediato por um neto, um filho ou sobrinho, se referindo a nós como saudosistas, fora da casinha, desatualizados, entre outros adjetivos, quase sempre, pouco elogiosos. 

Não quero criticar ninguém, nem me defender. Quero apenas recordar. Olho essas fotos e vejo minha mãe com lança-perfume na mão. Normal. Como era bom sentir o geladinho, puro éter, quando vaporizado nas nossas costas. Passou a ser problema quando alguém resolveu cheirar e gostar da sensação de excitação e alegria deflagrada com um “tuimmmm” na cabeça, porém, de graves consequências para o organismo.

Em outra, vejo meu pai brincando com o garçom do clube, numa intimidade de quem se conhece de muitos carnavais. Com esta imagem, volto lá nos idos de 70 e vejo este homem, nítido na minha memória, a servir as bebidas numa enorme bandeja de alumínio, chamando a todos pelo nome. Eu, infelizmente, passados tantos anos, já não lembro mais o dele.

Não quero a volta da lança-perfume, nem os tempos de outrora, vivo bem e feliz os meus atuais carnavais, esteja eu onde estiver. Mas gosto de lembrar daquilo que nós “das antigas”, chamamos de verdadeiro carnaval, simplesmente porque foram bons. 

A vida é feita de memórias. Meus carnavais eram assim: à fantasia. Tenho a pretensão de dizer que sou de família de tradição real nos carnavais de Tijucas. Sim, fomos rainhas. Eu e a minha mãe Zelândia. Trago neste post as minhas lembranças daquelas festas com confete, serpentina e muitas marchinhas cantadas por todos, sem a intenção de ofender ninguém. 

Mostro fotos, feitas pelo "Careca" do Foto Modelo, dos meus pais e seus amigos, dos meus amigos, da minha infância, dos reis e rainhas desta folia de salão entre pessoas que fizeram parte da minha história. A marca da fita durex, deixada propositadamente, é prova contundente do período e de que estavam todas nos antigos e conhecidos Ábuns de Fotografia.

É hora de recordar. Marque você, marque quem você conhece. Conte suas lembranças nos comentários.


Alexandre d'Ivanenko, Lélia Bayer, Raquel e Ilton Adriani no Tijucas Clube
Raquel com fantasia de baiana e Ilton com roupas de rei momo, no Clube XV de Novembro, em Tijucas.
Raquel com fantasia de baiana e Roberto Ramos dos Anjos, meu irmão, de bermuda camiseta e quepe da marinha.
Raquel,10 anos, com fantasia de havaiana e um amigo de bermuda branca e camiseta listrada no baile infantil do Tijucas Clube.
Raquel, 15 anos, de vestido estampado, coroada rainha do carnaval, ao lado do ator Roberval Rocha no Tijucas Clube.
Raquel, 3 anos, com fantasia de haviana e Roberto, 5 anos, fantasiado de marinheiro.
Roberto vestido de pirata e Raquel de baiana, carnaval infantil no Tijucas Clube.
Roberto vestido de cowboy e Raquel vestida de cigana, carnaval infantil no Tijucas Clube.
Meus pais e um senhor que trabalhava como garçon no clube.
Zelândia, Bela, Cazeca, um casal e Gercy.
 Evaldo Gevaerd, Gercy e Zelândia,  Raoul Bayer Laus (Lilico), Álvaro Ávila da Silva (Álvaro do Petronilho).
Alvaro "do Petronilho" e esposa, Wilson Lemos e D.Cacilda, Gercy e Zelândia, Zezinho Galotti e esposa, Zé Cherem e D. Alba, usando fantasia de pierot&colombina.

Seu blog dá acesso ao deficiente visual?    Fotos legendas para acessibilidade do deficiente visual. #pracegover Fotos em preto e branco.

4 comentários:

  1. Parabéns,Raquel!!! Fotos e texto muito especiais!Qto significado em cada uma dessas imagens..!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo seu comentário. Volte sempre ao blog. É um prazer.

      Excluir
  2. Parabens pelas postagens Raquel, muito bom relembrar os bailes de Carnaval no Tijucas Club, onde frequentei por muito anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiz. É bem assim. Quem viveu isso nunca esquece. Grande abraço e obrigada por seu comentário.

      Excluir