quarta-feira, 24 de junho de 2020

Acende a fogueira no meu coração


Não há dúvida o título deste post sugere alguém pedindo para viver um grande amor. Muitos devem estar pensando: Ah! Quem me dera! A frase faz parte de uma música do cancioneiro popular que começa assim: "”São João, São João, acende a fogueira no meu coração...” e é uma das cantigas mais conhecidas das festas juninas.

O mês é de festa de São João, mas não só dele. Dia 13 foi o de Santo Antonio. Para quem já clamou por casamento e amor ao santo casamenteiro, aproveita o dia 24 para reforçar o pedido para as dores do coração. Enquanto o dia 29 será o do todo poderoso São Pedro, o dono das chaves do céu. Aquele que Jesus escolheu para ser o seu sucessor, o primeiro papa da igreja. A comemoração deste, como não poderia deixar de ser, é cheia de pompas e missa na igreja católica.

É a soma das três comemorações que acontecem neste mês que são chamadas de Festas Juninas, a de São João é apenas uma delas. De certo que é a mais festejada com cantos e danças nas ruas e em volta da fogueira já que ele é chamado de o Santo Festeiro. No sul, de clima frio, esta é uma comemoração feita a base de muito quentão, pinhão, pipoca, comidas de milho.

Na realidade a origem desta festa vem de muito antes do surgimento do catolicismo. Eram festividades realizadas por agricultores para pedir por boas colheitas. A tradição chegou ao Brasil por meio dos português e jesuítas e trouxe alguns significados aos costumes. No caso da fogueira teria sido usada por Santa Isabel, mãe de João Baptista, para avisar à Virgem Maria, do nascimento de seu filho.

A data de nascimento de João, 24 de junho, coincide com o verão no hemisfério norte, época em que se festeja as colheitas. Neste caso há a versão de que as fogueiras, as danças em volta do fogo e o salto sobre as chamas eram feitas para afastar as pestes dos cereais e estiagens. Já a quadrilha diz-se ser uma tradição de dança de salão francesa do início do século XIX passado.

Histórias e lendas existem para sustentar costumes e tradições. Todas são bem vindas desde que sejam para fazer bem ao nosso coração.

Seu blog dá acesso ao deficiente visual?    Fotos legendas para acessibilidade do deficiente visual. #pracegover - Foto montagem de uma fogueira com um coração. Cores: laranja, marrom cor de fogo, letras com.a frase titulo em amarelho e coração ao centro em cor preta. Arte de Letícia Rieper.

2 comentários: