sábado, 24 de agosto de 2013

O Sabonete Phebo E Uma História.








São tres fotos mostrando o sabonete Phebo acondicionados dentro caixa de madeira, que era a sua embalagem original.







Já foi moda, já foi o melhor sabonete em determinada época e todos o conhecem.

Eles vinham acondicionado numa caixa de madeira.

Lembram? Mesmo os mais jovens já devem ter visto na casa da vó.

Já não é o mais procurado da atualidade, mas ainda são facilmente encontrados em gôndolas de supermercado ou farmácia.

Na época de colégio (1960-70), época em que não havia as ofertas de shampoo como hoje em dia, eu lavava os meus cabelos com sabonete Phebo.

Dava um resultado excelente no meu cabelo que sempre foram finos, oleosos, sem absolutamente nenhum volume (nunca sofri o problema da falta da chapinha ou escova progressiva) e o sabonete Phebo deixava nele um perfume delicioso.

Lembrando também que era uma época em que o acesso a perfumes franceses era "coisa de além mar".

Hoje a lembrança de tudo isto veio de uma maneira que eu jamais poderia imaginar.

Mais uma vez, as redes sociais trazendo-nos lembranças e colaborando em desfazer a idéia de que o tempo não volta atrás, pelo menos, em recordações.

Marlene Dunlevy mora nos EUA. Fomos da mesma turma de colégio, amiga daquelas que perdemos o total contato e reencontramos no Facebook.
Cada um de nós tem muitas histórias destes reencontros, para contar.
O que difere a sua história da minha é o Sabonete Phebo (risos).
Leia a msg recebida no Facebook

Marilene disse:

"Oi Raquel, sempre leio os teus "blogs" e gosto muito.
Semana passada fui ao Brasil e voltei ontem,(...) Aproveitei para ficar com o pai e reunir alguns amigos. Meu irmão me deu de presente uma caixa "antiga" que era minha, e dentro tinha sabonete Phebo novos que ele comprou. A caixa era a original da epoca (1969) por ai...

Eu aprendi contigo que lavar o cabelo com sabonete Phebo  (na epoca)  deixava ele perfumado.
Naquela epoca ainda nao havia  shampoo!"


Na mesma hora respondi:
Que delícia saber disso. De usar sabonete Phebo para lavar o cabelo eu lembro muito disso, mas jamais poderia imaginar que eu tivesse marcado essa idéia em alguém. Vou escrever um post.
A D O R E I  saber.


E ela continuou:
"na hora me lembrei de ti, e a caixa eh de madeira, perfeita ateh hoje
Vou te mandar a foto aqui, colocas no teu blog.
beijos
Ops... Emocao!
Ah, e comprei agora tambem o sabonete Phebo liquido para trazer aqui para os Estados Unidos, ja esta no meu banheiro kkkk"


Eu fiquei de cara com esta história. Como algo tão bobo pode marcar uma pessoa. Ainda bem que marcou positivamente.

As palavras existem para serem ditas, escritas, lidas.

Elas influenciam comportamentos.

Ficam como lembranças.


Tudo o que você diz, desde a mais simples, bruta, singela ou inconsequente das ideias, pode ficar gravado na lembrança de alguém.

Quem nunca usou a expressão: Nunca esqueço que um dia ouvi de meu pai que….de um professor que…e por aí a fora, e especialmente, quem nunca ouviu alguém dizer: Nunca esqueço de um dia que ouvi  de uma amiga que…

E o que eu tenho a dizer para vocês hoje, é isto a boa surpresa que tive em saber que nunca foi esquecido algo que um dia eu disse para uma amiga.



Cuidado com as palavras...elas marcam!


8 comentários:

  1. Ah, que delícia de lembrança.... realmente, muitas vezes a gente não tem idéia do quanto e como podemos influenciar uma pessoa e deixar algo nosso com ela. Lembro do sabonete Phebo e do cheiro marcante dele, que ficava por todo o banheiro após o banho. Essa embalagem está bem bonita! Como agora a moda é ser vintage, quem sabe o Phebo não retorne "repaginado" :-).

    ResponderExcluir
  2. Fui criança na década de 80' mas sempre gostei do sabonete Phebo e como ele sempre foi mais caro que os outros quando eu era criança minha mãe comprava de vez em quando e a gente ficava "economizando" ele ,lavava so o rosto.Muito bom esse post! bjss


    http://furta-corr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Hey, Raquel! (Recebi seu recadinho. Vou aguardar as suas novidades!) Só de ler "sabonete Phebo", já me veio o cheirinho... rsrs. Uma ótima semana pra você! Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Lembranças! Como sempre adorei a sua história!!!

    Beijinhos e boa semana pra ti!!!

    ResponderExcluir
  5. Lembram casa da minha avó, principalmente o Odor de Rosas e o Naturelle... Associo o cheiro a uma farmácia que ia na infância, com os balcões e armários de madeira! Minha tia tem essa caixa até hoje!!!!

    ResponderExcluir
  6. Amei! Comprei sabonetes Phebo outro dia, eles tem um perfume maravilhoso! Amei sua história!

    ResponderExcluir