sábado, 9 de novembro de 2013

7° BookCrossing Blogueiro e a História Que Emocionou



*Descrição detalhada das fotos para acesso do deficiente visual (para saber mais clique aqui)-



         Foto onde apareço ao lado de Jonas, segurando os livros que recebeu. Nossos rostos estão desfocados para preservar a identidade dele.


O post de lançamento do 7° BookCrossing Blogueiro, deveria ser um com as fotos dos lugares onde libertei os livros de acordo com o projeto.

Mas sinceramente não posso deixar de dar destaque a esta história. 

Faço dela o símbolo da primeira participação do Blog SuperLinda no BookCrossing Blogueiro.

Nenhum outro esquecimento de livro foi igual a este.

Jonas é um homem de aproximadamente 40 a 45 anos, criado e educado por seus pais, numa família formada de seis irmãos, entre homens e mulheres.

Por motivos que só Deus sabe, é o único entre eles que, envolvido com drogas e álcool, vive entre altos e baixos seja com trabalho, relacionamentos ou moradia. 

É um sério problema, especialmente para seus irmãos, que com o falecimento dos pais, se veem as turras quando ele apronta das suas.

Infelizmente, para ele e sua família, ser portador e conviver com uma doença chamada "vício", é muito mais difícil do que simplesmente reconhecer o problema.

Mas Jonas com toda esta carga que trás consigo é um homem do bem. 

Ele apronta, mas apronta consigo mesmo, se é que isso pode servir de consolo para seus irmãos. 

Não são poucas as histórias que já ouvi sobre ele, contada por uma pessoa da família que conheço. Algumas engraçadas, outras trágicas e tem até as que se tornaram tragicamente engraçadas, depois de tudo resolvido. 

Entre uma conversa e outra, explicando sobre o projeto BookCrossing, fiquei sabendo que Jonas, apesar e com todos esses seus problemas, está sempre com um livro na mão. 

Seus irmãos vivem a cata de livros, revistas, gibis e jornais para ele. Dizem que quando Jonas chega, já chega pedindo por algo para ler.

No mesmo instante Jonas tornou-se o meu #clientebookcrossing n°1. 

Para surpresa da família, que diz "não é bom falar muito alto", ele está trabalhando com um sobrinho, há dois meses ininterruptos. 

Ofereci os livros e convidado a bater uma foto para o blog, ele veio direto do trabalho, acompanhado do sobrinho/patrão, não sem antes dar um telefonema para confirmar o compromisso.

Chegou na hora marcada trazendo consigo uma camisa social limpa para trocar antes de posar.

Sinceramente, deu um nó na garganta. Fiquei emocionada.

Vale uma nota muito especial à esta família que aos trancos e barrancos não abandona Jonas.



Nota: o nome é fictício e o rosto na foto foi desfocado para preservar a identidade da pessoa e sua família.

Postado por






Raquel Ramos

raquel@superlinda.com







21 comentários:

Ricardo von Linsingen disse...

Muito legal minha linda, realmente emocionante !
Tudo vale a pena quando a alma não é pequena ...
Beijo

Raquel Ramos disse...

Obrigada minha vida! Seu elogio é muito especial para mim. Beijo.

Karina disse...

Que linda história!!!!

Me emocionou, o mundo precisa de mais pessoas como você!

Beijos e parabéns pelo ato!

Raquel Ramos disse...

Obrigada Karina., vc é muito gentil.

Anônimo disse...

Oi Raquel! Você abriu a participação do Super Linda com chave de ouro. Parabéns! Beijo!

Blog da Geovana disse...

Raquel, amei o relato, realmente o ser humano precisa olhar mais para o lado e ajudar quem precisa, principalmente com amor, carinho e muita atenção.

VITORIO NANI disse...

Eu também senti um nó na garganta, Raquel! Só de ter lido sua história já valeu minha participação nesse maravilhoso evento. ! Abraços!

Deisesol... disse...

Raquel, realmente uma história de encher os olhos e o coração. Parabéns. Um grande beijo.

Ana Paula disse...

Emocionante mesmo! Nada melhor do que a companhia de livros, sempre, para todos!!

Unknown disse...

Muito linda a história, com um exemplo admirável. O que preocupa é que essa estória poderá se repetir com grande parte de nossos jovens no futuro, caso não seja feito algo agora, no presente, e nem todos terão a mesma sorte, em ter uma forma de escape, como nosso personagem "Jonas". O dito " vicio" está tomando sua parte na profecia.

Luma Rosa disse...

Oi, Raquel!
Você é uma bela contadora de histórias, que aliada a uma verdadeira história, sintetizou em poucas palavras muitos sentimentos envolvidos.
A leitura salva e você escolheu a pessoa certa para ser o seu #clientebookcrossing n°1. Ou será você a escolhida? É engraçado como as coisas acontecem e se encaixam como se uma ordem superior escrevesse os encontros... E não é?
Raquel, agradeço imenso a ajuda que deu ao BookCrossing Blogueiro. Você foi demais!! :D Obrigada!!
Beijus,

Raquel Ramos disse...

Obrigada Renata,

Raquel Ramos disse...

Oi Geovana, é uma lição de vida não é mesmo?

Raquel Ramos disse...

Vitornani, obrigada por sua consideração. Experiencia fantástica essa do BookCrossing.

Raquel Ramos disse...

Oi Deise. obrigada pela colaboração na entrega de livros.

Raquel Ramos disse...

Oi Bruxa...que nome lindo! Vamos juntas nesta parceria com a Luma.

Raquel Ramos disse...

Oi Agnaldo, É um prazer ter seu comentário aqui no blog. Obrigada.

Raquel Ramos disse...

Luma...obrigada, obrigada, obrigada. Ter tido a oportunidade de participar do BookCrossing com você, foi gratificante. Um grande abraço.

Thaís Nicolini disse...

Ainda se pode acreditar... histórias como essa nos fazem ver que há, sim, uma luz no fim do túnel.
Bj
Thaty
http://deliriosdathaty.blogspot.com.br/

Raquel Ramos disse...

Thaís, é assim que vemos que nossos problemas são inexistentes.

Raquel Ramos disse...

Agora que reconheci. Olá pai da Geovana. Surpresa e aguardando mais depoimentos sobre a sua relação com a Geovana. Abraços.