terça-feira, 20 de maio de 2014

"Sexting" - Sexo Virtual entre os Teen


*Descrição detalhada das fotos para acesso do deficiente visual (para saber mais clique aqui)


Foto da Pagina Veja Digital - link para a reportagem completa

Mais um grande problema para os pais de crianças e adolescentes.

A vida digital é uma realidade, assim como o desejo e o prazer sexual da criança e adolescente. O que não é realidade é a intimidade com que os pais tratam os dois assuntos entre si.

Discutir o assunto masturbação infantil, ainda é um tabu para os pais. Quando muito, nos tempos de hoje, ele é discutido em surdina com psicólogos.

Os pais vigiam as crianças para que não brinquem no quarto fechado a chave, na tentativa de inibir a masturbação ou as brincadeiras sexuais precoces. Em contrapartida presenteiam-lhes com um telefone celular de última geração e permitem que fiquem trancados no quarto entretidos com "os joguinhos".

Os meninos ainda são educados para serem os conquistadores e orgulhosos do seu orgão sexual, como sendo o verdadeiro símbolo da sua masculinidade.  As meninas, as eternas princesinhas, hoje mais modernas, que usam roupas sexys, estampas de oncinha, casacos de pele e botinhas de salto.

Para os rapazes quanto mais cedo praticarem sexo, mais homens serão e as meninas ouvem discursos veementes de que os direitos são os mesmos. 

Os pais cautelosos, não permitem que seus filhos assistam novela ou BBB, porque são impróprios para a idade. Em contrapartida lhes dão computador e telefone com internet, onde a divulgação destes programas e os vídeos são acessados livremente, em qualquer site e horário.

É isto que a geração teen está tendo como estímulo, cada vez mais cedo, levando-os à prática sexual digital, "o sexting".

Sem qualquer falso moralismo, sobre o assunto da prática sexual entre os jovens, este é também o maior problema de divulgação destas imagens lançadas na internet.

A vida digital é pública e pode ser vista por qualquer pessoa.

Para agravar a situação, no sentido de estimular ainda mais a exposição sexy ou sexual na internet, vimos recentemente a maior rede de tv do Brasil, distribuindo prêmios em dinheiro para uma pessoa de profissão "stripper na web". 

Na ingenuidade de sonhos infanto-juvenis, já não tão inocentes assim, transformar o vencedor de um BBB em ídolo e se expor pela telinha que está na sua mão, ao namoradinho ou ao carinha com que está ficando, é tudo normal e natural.



3 comentários:

  1. Na verdade, até o contato Pai-Filho está se tornando virtual e completamente sem a responsabilidade necessária. E essa é a "modernidade" entendida pelos adultos, que desaprenderam a dizer nao e impor limites aos filhos. Há alguns anos atrás, a Xuxa se tornava a babá de toda uma geracao. Hoje, o i-pod, i-phone e outros is, assumiram esse papel...

    ResponderExcluir
  2. Eu vejo constantemente fotos no facebook onde a mãe ou o pai orgulhosos mostram eles com um ipad ou iphone ou android na mão e seus filhos pequenos com outro. No texto escrito assim: vamos ver quem desliga primeiro > Eu tenho um exemplo clássico na minha família onde o filho não tinha limites com relação à internet e confesso : o uso indiscriminado não lhe fez bem.

    ResponderExcluir
  3. Oi Raquel, ótimo post com o alerta que deve sempre ser reforçado. O acompanhamento e a orientação devem ser constantes e precisamos estar sempre de olhos bem abertos.
    Uma ótima semana pra você.
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe

    ResponderExcluir