segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

ASSIM É ALTER DO CHÃO NO PARÁ


ALTER DO CHAO

O destino era Alter do Chão. 
Procurei um adjetivo que definisse esse lugar para colocar como título do post e não encontrei.
Nunca tinha ouvido falar em Alter do Chão. Recebi um convite para viajar até lá, não fiz corpo mole e aceitei de imediato. Feliz comigo mesma por ter enfrentado meus medos e apreensões.

ESPETACULAR é o mínimo que posso dizer.

A natureza não foi modesta por aqui. Contemplou com beleza esta terra ainda tão carente de infraestrutura básica para a sua população.

O turismo em Alter vem sendo explorado  há uns 20 anos. Localizada no Município de Santarém, foi considerada como uma das praias mais lindas do Brasil pelo jornal britânico The Guardian.

O senhor Henrique, um paulista que "mora na Amazônia" desde 1952, diz que Alter é muito mais conhecida na Europa e EUA do que no Brasil. Quando ele se referiu a "morar na Amazônia" perguntei:
_ Aqui é considerado Amazônia?
Incontinente ele respondeu:
_ Aqui é a Amazônia. Não o Estado do Amazonas, mas a Amazônia.
Não falei mais nada com medo de ouvir "quer que desenhe?". rsrs

A praia é formada pelo Rio Tapajós em épocas de seca. Há muitas pousadas, comércio, passeios de barco para receber os turistas, hoje em sua maioria procedentes do Mato Grosso. Os restaurantes servem comidas à base principalmente dos excelentes peixes de água doce, por R$ 50 reais para duas pessoas. Na praça da igreja central tem feira de artesanato e comidas típicas como o tacacá.

Contrate um passeio de barco pelas belas praias, mas não deixe de "chorar" o preço. Conseguimos diminuir em 50% entre o primeiro e o último pesquisado. Se você tiver sorte, o guia lhe mostrará os botos e contará as lendas que os envolvem, especialmente a do boto rosa, que engravida as mulheres. Quando peeguntei se eles realmente acreditavam nisso, a resposta foi precisa: 
_ É verdade sim. Muitas mulheres já engravidaram do boto rosa. Nasce criança de olho azul, cabelo claro...tem de monte por ai.
Completou afirmando categoricamente que os botos sabem ler e escrever.
Calei-me. Não sou eu que vou discordar ou duvidar.

Conheça Alter do Chão. Vale cada centavo.
 
   

6 comentários:

  1. Mais uma vez nada a acrescentar e sim elogiar.
    Ops!!! que Botinhos sem vergonha!!! além de alfabetizados e provavelmente poliglotas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os bebês, supostamente filhos dos votos, nascem com olhos azuis, loiros...Está explicadinho !!! 😅😅😅

      Excluir
  2. Há um bom tempo não visito o Pará. Tenho planos de levar minhas filhas, que ainda não conhecem. Passei um tempo em Belém, fui a trabalho. Guardo boas lembranças dos passeios a Santarém e ao Marajó. Adorei rever Alter do Chão, nas suas fotos. Belo post ;-)

    ResponderExcluir
  3. lindo lugar! Nosso Brasil é fantástico! bjssss

    ResponderExcluir
  4. Estou adorando os relatos de viagem, vivi santarem, alter e belterra em 1980 pelo projeto Rondon, e depois em 2013. Mudou com certeza, mas continua sendo uma região linda! Revivendo pelas suas fotos esse maravilhoso Brasil que eu amo! Parabéns, amando tudo!

    ResponderExcluir
  5. Como diria o caboclo: melhor que um disso, só dois disso...maravilha...e as fotos, cada vez melhores...

    ResponderExcluir