terça-feira, 27 de março de 2018

"O Mecanismo" abala a esquerda





A esquerda ofendida desperta curiosidade sobre a nova série O Mecanismo. Com isso, se havia alguma dúvida sobre o êxito da nova produção da Netflix, hoje o sucesso está garantido. 

Trata-se de uma obra de ficção, filmada em 8 episódios, dirigida pelo cineasta José Padilha, com base no livro Lava Jato, escrito pelo jornalista Wladimir Netto. 

Embora a operação Lava Jato, faça uma associação imediata ao nome do juiz Sergio Moro, o protagonista é o Delegado da Polícia Federal Marco Ruffo, interpretado por Selton Mello.

A história começa em 2013 com o investigação envolvendo o nome do doleiro Roberto Ibrahim, até chegar na pessoa da presidente do Brasil "Janete Ruscov". A personagem interpretada por Sura Berditchevzky, moldada em Dilma Rousseff, tem sido motivo de críticas, por parte da ex presidente. Dilma afirma "haver distorção da realidade e propagação de mentiras " lançadas à ela e ao ex presidente Lula.

José Padilha se consagrou roteirista com o documentário Ônibus 174, em 2002. Seu trabalho foi assunto de análise sob vários aspectos em sala de aula na Faculdade de Jornalismo. Técnica de gravação, iluminação, trilha sonora, a cobertura da mídia e a sua influência no desfecho do caso 174, sempre com reconhecimento e admiração pela exposição realista produzida.

Aplaudido pela direção da série Narcos, que conta a ascensão e queda de Pablo Escobar, o maior traficante de cocaína da Colômbia. Com Tropa de Elite, o cineasta ganhou o Urso de Ouro, em Berlim  e conquistou o maior número de espectadores no Ranking nacional de 2007, falando da corrupção na polícia.

Pois agora, eis a questão:
_Onde será que Padilha errou?

Nenhum comentário:

Postar um comentário