quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

E a caneta esferográfica alcança o status de estrela e se faz famosa.



Caneta Bic sobre agenda de 2019

Caneta um objeto básico na vida de qualquer pessoa, nunca dantes tão valorizado, só não roubou a cena da primeira dama Michelle Bolsonaro, na posse do Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, no último dia 1º de janeiro .

Uma presença constante, embora sempre discreta, sem atuação de destaque, as canetas são imprescindíveis na assinatura de acordos de paz ou de controle de armas nucleares. Elas desenham a assinatura de líderes que Proclamação Independência de países até impeachments de presidentes. O modelo usado pelo Presidente empossado, adquiriu status de estrela. Se fosse uma Mont Blanc, tradicional e cara, não teria chamado tanta atenção.

Há 40 anos, compro dessa marca para uso no trabalho, desde os tempos em que a Distribuição de processos era feita em livros imensos e pesados. Nessa época, eu  passava o dia inteiro escrevendo, e esta era uma boa opção por ser leve, boa porque a tinta não vaza, tem uma escrita elegante, e é barata.

Também era ela, a escolhida para ficar no balcão presa a um barbante. Esta era única maneira de evitar que fosse embora em bolsas e bolsos estranhos, porque todos sabemos que caneta é quase como um objeto descartável. As pessoas usam e carregam consigo.  

Seja no trabalho, em casa ou escola, ela existe desde 1931, quando o húngaro Lászlo József Biró, curiosamente um jornalista, inventou a esferográfica. Esta curiosidade, sobre a profissão do inventor Lászlo, me remeteu à um aula, logo no início da Faculdade de Jornalismo, quando um professor comentou que todo jornalista precisava portar consigo uma caneta. Para comprovar o que dizia, puxou do bolso uma esferográfica vermelha e uma azul. 

E assim, se corrermos histórias de pessoas comuns, teremos muitas para ouvir. Quem nunca viu um dono de armazém com uma delas presa à orelha ou uma criança com a tampa lanhada de tanto mastigar?

Feita de plástico transparente, só com uma dessas ou similar, é possível fazer concurso público e provas de vestibular. Porém, já vislumbro estudantes, professores e alguns trabalhadores em geral, deixando de lado a sua antiga companheira de anos de luta, simplesmente pelo fato de ter sido usado pelo Presidente Bolsonaro.

Durante anos, assinei milhares e milhares de certidões com ela. Infelizmente não foi na minha mão que se tornou famosa. Como em casos de pessoas que saem do anonimato para o sucesso, no dia 1º de janeiro de 2019, a caneta mais comum entre nós, estava na hora certa, no lugar certo, viralizou nas redes e se fez famosa.

Seu blog dá acesso ao deficiente visual?   




Nenhum comentário:

Postar um comentário