domingo, 20 de outubro de 2019

Il Volo no Brasil. Eu fui...!


Os cantores de roupas pretas e luzes azuis sobre o palco. Nos fundos a orquestra.

O Il Volo se formou como grupo em 2009, depois da participação no programa “Ti lascio una canzone” na televisão italiana RAI 1.  A apresentação inicial, no show, foi feita individualmente. O convite para que cantassem juntos foi proposto por um empresário, que ao parece não se enganou sobre o sucesso que aconteceria. Desde que os vi pela primeira vez, sabia que um dia os assistiria em show ao vivo, e não perdi a oportunidade.

O grupo formado por Piero Barone (tenor), Ignazio Boscheto (tenor) e Gianluca Ginoble (barítono), se apresentou no último dia 19, no Teatro Guaíra, em Curitiba. A turnê chamada "Música" é comemorativa aos 10 anos de carreira e o lançamento de seu mais recente disco. No Brasil, eles estrearam em Brasília, se apresentaram em Curitiba, e tem shows nos próximos dias, todos com lotação esgotada, em São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

Da ópera ao popular contemporâneo. Da música americana à música italiana, o show foi um verdadeiro cantar. Um desfile de simpatia e beleza desta nova geração de cantores de música clássica. 

Através das suas vozes renascem as possibilidades de continuarmos ouvindo as belas canções eternizadas por Luciano Pavarotti, Plácido Domingos, Jose Carreras e tantos outros. Estes por sua vez nos trouxeram Verdi, Puccini, Rossini e a imensa quantidade de autores clássicos que temos. Abriram a noite com “Nessun dorma". Famosa ária do último ato da ópera Turandot, criada em 1926, por Giacomo Puccini.

A renovação é vista no público que comparece ao teatro para ver de perto seu ídolo jovem (e lindo) a cantar. É vista no comportamento do auditório que entusiasmado se levanta para aplaudir. É ouvida no som da voz de cada um que se aquieta na hora de escutar a nota só alcançada por eles.

Um show daqueles para se dizer: Inesquecível. Ouvi ópera cantada por quem calça tênis, veste camiseta branca, usa um colete, uma jaqueta ou um blazer. Que importância isso tem se a voz e as músicas são maravilhosas e bem executadas.

O sentimento de tudo é: Feliz e realizando vontades.

Seu blog dá acesso ao deficiente visual?    Fotos legendas para acessibilidade do deficiente visual. #pracegover
Os cantores no palco com luz vermelha predominante sobre eles.
Os cantores sobre o palco, luz cor pink e nos fundos a orquestra.
O cantor Piero no meio do público usando camiseta branca.

Os três cantores no centro do palco
O cantor Ignázio deitado sobre o piano e Giancarlo sob o palco interagindo com o público.
Foto do ingresso para registro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário