sábado, 4 de maio de 2013

Assisti o filme "Além da Liberdade"

Foto do site www.adorocinema.com.br 

Um drama de amor, luta política e busca pela liberdade na Birmânia.

Para lutar, por sua ideologia política e por seu país,  Auang San Suu Kyi (Michelli Yech), teve que renunciar a convivência com o marido e os filhos, uma renúncia da qual eu não seria capaz. 

Sua relação com a família passou a ser somente através de contato telefônico, durante anos. 

E o amor, quase platônico, do casal sobreviveu.

A forte personalidade da personagem contrasta com o porte físico da atriz que a representa, que de tão frágil parecia leve como uma pena

Toda a complexidade da política, da corrupção, da ditadura naquele país do qual poucas informações temos, é exposta de uma maneira que apenas confirma a sua existência, sem nenhum avanço para fragilizá-la ou que demonstre algum sinal para uma democracia.

É um belo filme, mostrando uma personalidade feminina marcante num mundo tomado pelos homens.

No link www.adorocinema.com.br você poderá ver a ficha completa deste filme.



Nenhum comentário:

Postar um comentário