quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Encontro do Muai Thai







O programa de domingo à tarde, foi fazer um lanche com a turma do Muai Thai, amigos do meu filho Bernardo.


Fui sem saber o que esperava-me. Sincera e preconceituosamente confessa, achei que ia encontrar-me com um bando de maloqueiros.

Conhecia somente uma delas, através do FB, certamente a arruaceira da turma.  É ela que agita e promove todos os encontros, que não são poucos.

Inicialmente não sabia quem era quem. Todos falavam ao mesmo tempo, usando apelidos e expressões que só eles entendem. Aos poucos fui interando-me e participando da conversa.

Na turma havia médicos, um enólogo, um advogado e um já conhecido estudante de medicina veterinária. Quem imaginaria?

Uma chega chorando porque justo naquele dia o seu filho estava muito triste (pais separados) e era aniversário dele. O outro reclama que a pensão alimentícia que paga é muito alta. Descubro que um deles é chamado de Dr.Rey (semelhança incrível), mas segundo as más línguas (deles) o nome é muito mais pelo seu alter ego do que pela semelhança física. 
Morri de rir.

Na mesa, fala-se de Facebook, da briga da filha com o namorado, do final de semana na praia, da mãe que não larga o telefone e as redes sociais, o valor da consulta paga pela Unimed aos médicos, do ingresso que já foi comprado para assistir o filme "A Menina Que Roubava Livros".

Tudo normal. O cotidiano das pessoas, só muda de endereço. Os problemas, os sentimentos, as dificuldades, as alegrias e os risos fazem parte da vida das pessoas, inclusive daqueles que consideramos brutamontes lutadores de Muai Thai.

No meio de tudo isso, é anunciado que um deles, que mora em São Paulo, está de mudança para Curitiba. Mas, a mulher sentada ali ao lado, não quer morar com ele. Discute-se então, onde ele vai morar e é sugerido dividir o apartamento com o Bernardo. Aí claro, eu pulei. 

LÁ NÃOOO.!!! rsrsr

Adorei. Ri, me diverti e conheci um pessoal, lutadores de muai thai, que é gente como a gente.


*Deixo de citar os nomes para preservar a identidade, afinal há uma profissão a ser zelada.


                              As tres fotos são das pessoas que estavam no encontro, sentados a mesa de lanche.







Um comentário:

  1. Parabéns pelas novas amizades!
    De maloqueiros não tem nada!
    :D

    ResponderExcluir