quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Médicos Cubanos Abandonam o Programa Mais Médicos







É pouco...toma!!!

O que era previsto, está acontecendo. Indo por água abaixo o programa Mais Médicos,  "parceria do governo brasileiro e cubano".

Algum defensor vai contabilizar os prejuízos? Certamente não.

Sinto um misto de prazer e revolta. 

Prazer, um mesquinho sentimento de vingança em apoio aos médicos brasileiros, que viram a leva de médicos cubanos descendo dos aviões e sendo recebidos com festividades pelo governo brasileiro, em demonstração pública de poder, jogando no lixo a classe médica brasileira. 

Tratam o problema de saúde no Brasil, como  sendo uma questão de incapacidade profissional e não governamental.

Dêem condições de trabalho, que nossos médicos mostrarão serviço.

Nem mesmo os cubanos, que especialmente eu, não sei em que condições de trabalho atuam, estão aguentando.

Questiono somente e sinto por esses médicos, como pessoas, que vieram para cá, se eles são tão inocentes e sem noção do que os esperava, ou se conforme imaginamos, não tem outra opção se não a de obedecer.

Mesmo assim, fico feliz por aqueles que vieram com um mínimo de esperança de aqui conseguir "fugir" das condições de vida que levam em Cuba. Mesmo que não tenham conseguido seu objetivo, provam que estão vivos por uma esperança.

Fica pendente enquanto isso, a problemática situação do povo brasileiro que continua de verdade é com o programa "SEM MÉDICOS ".




Link da reportagem

5 comentários:

  1. Oi, Raquel!
    Mais uma atestado de incompetência do governo Dilma, que vive de fantasiar e noticiar dados falsos sobre a nossa economia. Certamente os médicos cubanos achavam que estavam vindo para o eldorado.
    Também sinto esse misto de prazer e revolta. A verdade sempre aparece!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  2. Se eu fosse eles, fugia mesmo, daqui e de Cuba. Sem condiçoes. Voce viu a entrevista da medica que pediu asilo? Ela disse -"estou me sentindo uma mercadoria". Ela chegou pra ganhar os tais 10.000,00 pra Cuba. E ela ganharia dois tostões. Enfim. acho que os medicos de Cuba iriam ate para Cubatão, cidade onde as crianças nascem sem cerebro de tanta poluiçao. Iriam para qualquer parte, por que Cuba meu Deus, é um engofo. Fiquei com horror a Cuba quando atendi Cubanos, ha anos atras, com problemas mentais gravissimos, chegando desesperados nos EUA, sem condiçoes minimas de sobrevivencia. As pessoas mais quebradas, mais doidas que ja vi na vida, vieram de Cuba, por que escondidos num barco para fazer a travessia, sem comer e defecando um na cabeça do outro, qualquer um surta. E surta feio, sem a menor dignidade. Ja ouvi o suficiente sobre Cuba, de maus tratos que essa revoluçao causou aos Cubanos. Tenho pena da populaçaõ. E essa amizade toda é isso aí.... que vem por aqui. ...Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De grande importância este comentário. Testemunho de quem conviveu com o estrago causado na vida dos cubanos, a revolução que nossos governantes estão ajudando a manter viva.

      Excluir
  3. Eu sinceramente não vejo novidade em nada que está acontecendo ou ainda vai acontecer nesse história. Questão dos salários já era previsível quando antes dos médicos chegarem já se noticiava que o dinheiro não seria recebido por eles diretamente, mas repassado ao governo cubano...oi? como assim? Pra mim só isso já era motivo pro governo brasileiro não aceitar o tal 'convênio'. Se não é ilegal, é imoral, por certo. Mas pra alguns médicos cubanos eu creio que foi bom porque tiveram a oportunidade de se livrar de Cuba, e ajudar um cubano nisso é um gesto quase humanitário. E não tenho dúvidas que muitos médicos cubanos tem intenção de ajudar os doentes brasileiros, mas se não bastasse toda a complicação da 'transação' pra que viessem para cá, as dificuldades na hora de tratar um doente não é menor do que a que encontram os médicos brasileiros.E aí tá ruim pra todo mundo!

    ResponderExcluir