quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

O SUPERLINDA por este BRASIL Afora - TIJUCAS - SC


Tijucas -SC - Brasil 

Uma cidade de 34 500 habitantes aproximadamente, localizada às margens da BR 101, distante 51 km da capital Florianópolis.

Quem nasce em Tijucas é tijuquense, mas o povo tradicionalmente enche a boca e diz com todo orgulho: eu sou tijucano.

O blog #superlinda também andou lá. Pode-se dizer que o #superlinda tem um pé fincado em Tijucas. Esta é a minha cidade natal.


Usando a camiseta do blog, Mariza Gonzaga, minha prima (difícil alguém não ser parente por lá), no local que anuncia que estamos em Tijucas Capital do Vale.


Em 1530 o navegador veneziano Sebastião Caboto, a serviço da Espanha, descobriu a foz do rio Tijucas, mas só em 1848 foi criada a freguesia de São Sebastião da Foz do Tijucas Grande e a paróquia com o mesmo nome. Este fato marca a fundação da cidade.

Seus prédios e casarões antigos, são motivo de orgulho dos tijucanos.

Este foi o primeiro local de funcionamento da tradicional e uma das mais antiga escola da cidade. O Grupo Escolar Cruz e Souza no início do século XIX. Na década de 50 passou a ser o prédio do Fórum da Comarca de Tijucas e hoje é a sede da Câmara Municipal de Vereadores.


Os casarões são sempre relacionados ao nome do primeiro proprietário, como este do Sr.Jairo Bayer. Os cuidados com a preservação do patrimônio até hoje é feito pela família.


Tão próximo em distância, quanto em importância na história de Tijucas está o casarão dos Gallotti, hoje transformado em Museu Tijucas e Patrimônio Cultural do Estado de Santa Catarina.


 "Filhos da terra querida, 
 Onde o Tijucas desliza". 

É uma frase do hino de Tijucas, uma referência ao rio e que deu origem ao nome da cidade.
Todo tijucano tem uma história para contar relacionada a este rio. Seja molecagem de infância ou de suas temerosas enchentes que inundam a cidade.
Ele é outro motivo de orgulho dos tijucanos. Local de lazer aos domingos de tarde, quando lá reúnem-se com suas cadeiras de praia, para pescar ou conversar.


Obrigada Mariza, você faz parte dos amigos que fazem do blog #superlinda, também um blog de viagem. Enquanto eu, #viajei no tempo e nas lembranças de infância.



Hino de Tijucas - link do You Tube - para ouvir clique aqui.

EM TEMPO:
1 - Link da empresa Doces Chaves, lembrado por Silvia no comentário abaixo. Era na época em que eu morava em Tijucas, uma fábrica só de balas de banana.
2 - Link da Cerâmica Portobello uma  estabelecida em Tijucas de grande importância econômica para cidade.


Descrição detalhada das fotos para acesso do deficiente visual (para saber mais clique aqui)

3 comentários:

  1. Gracinha...os casaroes estao bem cuidados, mesmo as que dependem de manutencao do poder público. Que delícia essa beira-rio (quando nao está inundada, óbvio), para toda forma de lazer. Nao tinha uma fabriqueta de
    bananinha-passa? E nao é também daí a Portobello Ceramica? Daria para ampliar o post, rememorando passagens da infancia...beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Silvia. Eu não falei das "Balas Chaves" ,mas inclui o link lá no texto, porque já não funciona no mesmo lugar que era quando eu morava lá. E a Ceramica Portobello, de grande importância econômica para cidade, faz parte da era moderna e recente de Tijucas.

    ResponderExcluir
  3. Raquel, me lembro que ficava bem próxima da ponte. Olhando o link, nao vi as bananinhas. Será que pararam de produzir? Elas representavam doces lembrancas da minha infancia. Enfim, o Sr. Chaves (neto) deve saber o que o consumidor pede e eu só posso desejar que ele continue tendo sucesso no seu negócio. Obrigada pela deferencia...

    ResponderExcluir