sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

14 de dezembro - Aprendendo sobre o amor




“Não deixe tanta vida pra depois” ... “Vem que a sede de te amar me faz melhor”...Assim cantou Roberto Carlos,  na noite de ontem, mais uma vez, como se fosse a primeira. 

Reflexões de quem aniversaria no dia 14 do mes de dezembro. O mês da virada, da esperança, das promessas e renovações. 

Nesse mesmo dia do ano 1503, nascia Nostradamus. Um farmacêutico e médico da Renascença que praticava a alquimia. Famoso por sua suposta capacidade de vidência, faz-se respeitado, até nos dias de hoje, pelas famosas profecias.

A proximidade com o fim do ano instiga as pesquisas e interpretações dos escritos de Nostradamus, e estas não são das melhores para 2018. Há previsão de guerra mundial e destruição de Israel. Nos agarremos na definição bíblica de que profecia é “uma mensagem que vem de Deus e que revela os pensamentos e a vontade Dele". Que prevaleça  a mensagem verbalizada por Roberto Carlos na música Eu quero ter um milhão de amigos quando canta "Eu quero crer na paz do futuro".


Diante das perspectivas, pelo certo, pelo errado, falso ou verdadeiro, porque não levar o pensamento para o lado bom das profecias que surgem dentro dos nossos pensamentos em forma de desejos de felicidade. 

O passar do tempo, isto sim, não é profecia. Os anos vão passando e o cantor com seus 76 anos encantou com Amor Perfeito quando diz que "cada minuto é muito tempo”..."sem seu olhar para me entender". O cruel tempo nos impõe limitações físicas e por isso “não deixe tanta vida pra depois”. Seguir fazendo planos e criando expectativas em “fazer feliz meu coração”, seguir o rumo e querendo “olhar nos teus olhos/sem duvidar do que faço/. 

Com profecias desta natureza, afirmo que ainda tenho sonhos, ainda faço planos, ainda acredito na letra da música "Eu quero apenas" que diz “eu quero amor decidindo a vida”, a minha vida. Ainda me permito fantasias, ilusões e por que não, utopias. A idade aumenta, as rugas continuam rasgando a minha pele, mas nunca me impedirão de sorrir. 

Amor e amar, ter e sentir, querer e permitir. Um amor também é dor, porque todos, um dia já rompemos corações, mesmo sem querer.

Que o futuro se estabeleça de felicidade nessa vida de amor tão profetizada por Roberto Carlos.





Nenhum comentário:

Postar um comentário