sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Estado Civil: Apaixonado


*Descrição detalhada das fotos para acesso do deficiente visual (para saber mais clique aqui)-



Foto de uma montagem feita com o aplicativo Over, com uma maçã vermelha mordida no centro, com a frase Diferença Entre Paixão e Amor, escrita em branco.


O que nos move é a paixão.

Não, não refiro-me a paixão de viver, a paixão pelas preferencias por viagem, leitura, mar ou serra. Refiro-me a paixão entre um homem ou uma mulher.

Também não refiro-me ao amor,  ao companherismo, aquele que nos mantém acomodados. Felizes, mas acomodados.

Refiro-me a paixão. Aquela que faz você rir, que faz o olho brilhar, que te deixa de bom humor e com o coração acelerado.

A paixão que leva ele ou ela ao fim do mundo, sem preguiça, só para ficar junto por 5 minutos, que fica sempre com meio sorriso no rosto quando esta ao seu lado, que coloca a mão em sua perna quando esta dirigindo.

A paixão que te deixa sem o interesse por outro homem ou mulher. 

Amar duas pessoas ao mesmo tempo é possível, estar apaixonado (a) nunca.

Eu? sinceramente? Quero o estado na paixão!

Diferente disso é amor e no amor existe traição.





2 comentários:

  1. é, acho que é isso mesmo, ou seja, 'Amar duas pessoas ao mesmo tempo é possível, estar apaixonado (a) nunca'

    mas não acho que talvez seja uma verdade absoluta...que 'nunca' seja 'nunca' mesmo. Talvez quando a gente tenha desejos diferentes dentro de si, se apaixonar por duas pessoas que tenham nelas esses desejos latentes, seja possível.. .

    ou não ...enfim...

    melhor que não porque ia ser muita paixão pra uma só pessoa compartilhar :)

    ResponderExcluir
  2. Uau, adorei o seu post... Eu fico com a paixão, com certeza. Porém o amor é um tanto quanto aconchegante e tranquilo...

    ResponderExcluir