quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

O Brasil Está "virado" Numa Barbárie











Fotos do Google de Roseana Sarney, José Sarney e a Presidente Dilma.



Outro dia ficamos estarrecidos com a barbárie de torcedores de futebol na Arena Joinville.

Mais recentemente as notícias dos desabrigados das enchentes no Rio de Janeiro nos chocaram. Lá a barbárie é o sofrimento demonstrado pelo choro e o desespero das pessoas que que vêem toda uma vida perdida, indo água abaixo com as enxurradas. Ano a ano sem que o governo faça nada. Numa entrevista, ouvi a presidente Dilma afirmando já ter liberados os recursos. Imediatamente o governador, confirmou a informação, mas esclareceu que esses recursos, são destinados à prefeitura e não aos flagelados. 
O povo que se lixe....

Já estamos calejados e fazemos piadas, das barbáries de roubo e corrupção de nossos políticos.

Ter conhecimento das mortes por balas perdidas, passaram a ser do tipo, acidentes acontecem e ninguém está livre de uma desgraça na vida. Isto é uma barbárie.

Que um carro tenha sido apreendido em São Paulo com mais de R$ 300.000,00 em multas, Ah! Isso não é nada, não nos afeta.

Os investimentos do governo do brasileiro em Cuba, já não adianta falar mais nada, eles fazem o que querem e como querem.

Pais que abusam sexualmente de seus filhos, acobertados pelo silêncio do medo, submissão e covardia de suas mães é uma barbárie secular.

As condições do hospitais do Brasil isto sim é outra grande barbárie. Os médicos cubanos que nos enfiaram goela abaixo, vieram e o que estão fazendo é propaganda (enganosa) para o governo, apresentada na tv pelo ator Milton Gomes.

A barbárie praticada por pai, mãe, padrasto ou madrasta, que matam seus filhos ou enteados com as próprias mãos ou por conivência. Queremos vê-los na cadeia, mas já não causam a mesma comoção do caso Nardoni.

Nas favelas a barbárie é escondida. Aos chefes do tráfico, não interessa a divulgação. Dada a ordem, apaga-se e pronto.  Para os governantes o que importa são os turistas que acham as favelas um lugar exótico, como se quem morasse lá, morasse por opção e não por falta dela.

O caso mais recente divulgado pela TV mostrou as barbáries e atrocidades cometidas no estado do Maranhão,  comparáveis à época Medieval. Parecemos não nos dar conta que trata-se de uma matança acontecendo dentro de um Estado da República Federativa do Brasil. 

Não é Guantanamo, nem Afeganistão é no BRASIL.

No Jornal da Globo News Em Pauta, em análise dos acontecimentos aterrorizada com as imagens, a jornalista Eliane Cantanhede disse que o governo federal está DE MÃOS ATADAS, por tratar-se de assunto da esfera estadual.  E especialmente porque, a familia Sarney é aliada do governo. 

Não menos pior, são as piadas que já surgem nas redes sociais.

Cada vez mais nós acostumamos a ver a prática de barbáries neste pais que dizem ser abençoado por Deus.

Abençoado por Deus e governado por carrascos.


Link da coluna de Eliane Cantanhêde 

Link do vídeo no Blog do Josias






Postado em 08-01-214


Raquel Ramos

raquel@superlinda.com




8 comentários:

  1. Comparando com um tema que anda se falando nas redes sociais; Infelizmente as pessoas parecem sofrem mais quando um BBB sai da casa do que se indignam com as barbáries que acontecem fora da TV, na casa dos vizinhos...

    Nas redes sociais, pelo menos, BBB rende mais assunto...mais interesse.
    Aliás, voto que interessa é o que tira um participante fora da casa, não o que bota um político no congresso.

    ResponderExcluir
  2. Prezada Raquel,

    O País sem educação é compatível com todas barbáries.
    Os sucessivos governos, esqueceram de PROVER educação para o povo.

    Deus nos abençoe!

    Ossami Sakamori @SakaSakamori

    ResponderExcluir
  3. Enquanto essa "corja" estiver instalada no poder,vamos assistir estarrecidos ,indignados revoltados a todas essas barbáries,,,Me vem à cabeça aqueles filmes bíblicos que enquanto pessoas eram devoradas por leões famintos nas arenas sangrentas ,a "elite" da época se deleitava fartando-se de vinhos em taças de ouro .,banquetes faraônicos apreciando prazeirosamente o sofrimento do povo...Não está exatamente igual ??? Não só no Maranhão mas em todo o país???????

    ResponderExcluir
  4. Sabe o que acho mais complicado... parece que para os políticos do Brasil, o povo pode gritar, protestar... mas tudo continua sempre igual, ou pior!!!

    Beijocas

    www.vidabonita.com.br

    ResponderExcluir
  5. Concordo com a Regina Almeida, é exatamente isso!
    Não temos mais o nosso poder de povo ...........quando saímos às ruas, colocam bandidos no meio para estragar tudo.
    Não sei onde tudo vai parar, nós reclamamos e eles são surdos, cegos e mudos, por conveniência própria.
    Se pudesse, hoje mesmo ia embora daqui, está muito sofrido viver num país assim.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Ahhhhh... deixei um comentário enorme aqui sumiu!!
    Depois volto para saber se ele foi para o spam
    Beijus,

    ResponderExcluir
  7. Parece que o meu comentário se perdeu mesmo nas nuvens...
    Raquel, o que acontece no Maranhão é retrato do nosso país, em outros estados em mais ou menor grau, mas só veiculado quando alguma tragédia acontece. Precisou a violência aflorar entre os detentos para além das celas para as autoridades começarem a rebolar nas cadeiras.
    Os Sarney continuarão no poder enquanto existir essa família. Por exemplo agora com esse bafafá da compra de alimentos "luxuosos" - http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/as-lagostas-de-roseana-sarney-e-a-censura-moralista/ - Por conta da articulação de Lula, o senador Sarney decidiu que não será mais preciso a filha, governadora Roseana, se sacrificar para ser candidata ao Senado. Ela ficará no Governo do Maranhão até o fim do mandato.
    Sarney será candidato ao senado, novamente pelo Estado do Amapá, com o forte apoio dos Capiberibe, que garantiram ao ex-presidente Lula apoiar o seu (agora) ex-adversário político.
    A articulação da cúpula fechada do Palácio dos Leões decidiu os rumos das eleições deste ano, durante a ida do senador José Sarney à casa da chefe do Poder Executivo.
    Concordo com a Regina que enquanto essa corja estiver no poder o nosso país estará retroagindo em questões morais.
    -------
    Que bom você ter-se identificado com a Camille e gostado do livro!
    Obrigada por citar o "Luz" em uma postagem mais antiga. Coração ficou aquecido! :)
    Beijus,

    ResponderExcluir
  8. Luma, Jô, Hilsa, Regina, Ossami, Luallessi, obrigada por seus comentários.

    ResponderExcluir