sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Sê Chique - Pátio Batel


A qualquer dia...

A qualquer hora...

Em qualquer lugar...

Sê Chique... decoração do corredor de acesso ao elevador no estacionamento do Shopping Pátio Batel em Curitiba (PR).

A certeza de estar pisando num lugar chique já na chegada.


Foto do corredor de acesso ao elevador no estacionamento do Shopping Pátio Batel em Curitiba (PR), com piso de granito, cortinas todo em tons do marrom ao bege.


Quem precisa de griffe para viver e ser feliz?
Importante frisar que na idéia do "Sê Chique..." você não é chique pelo que você tem, você é chique pelo que você é.

Quem faz do ter produtos de grife o motivo de sua felicidade, pode dormir sobre o dinheiro e não encontrará a tal felicidade.

Por outro lado se posicionar como “Eu Sou Contra Grifes” é de um radicalismo sem necessidade e de pouco argumento.

A verdade é que usar produtos ou objetos de grife, causam uma sensação de prazer e eleva a auto estima. 

Diferente de fantasiar-se de grife...

Prazer que pode ser temporário, se você estiver fazendo algo que não deve, não pode ou que não caiba no seu bolso.

Fui conhecer o Pátio Batel em Curitiba (PR), um recém inaugurado shopping de lojas de grife e luxo. 

Caminhei pelos corredores, comi, tomei cafezinho, olhei todas as vitrines, num ambiente lindo e confortável.

As lojas que fazem parte da vaidade de qualquer homem ou mulher. Louis Vuitton, Burberry,Versace, Tiffani, Prada, Ermenegilda Zegna, TEM DE TUDO (rs)…

Merece ser visitado.


*É de Grife ou Não? um outro post sobre o assunto grife.



3 comentários:

  1. Preciso conhecer esse espaço, deve ser bonito, elegante e eu particularmente, independemente de comprar ou não gosto de admirar lojas elegantes e de bom gosto

    ResponderExcluir
  2. Helinho, vá mesmo é muito bonito e agradável.

    ResponderExcluir
  3. Eu já tive alguns momentos 'de grife' e acho que todo mundo devia ter...mas só não tenho certeza se todo mundo ia saber aproveitar sem ficar reclamando 'porque é coisa de gente besta, de gente que só liga pra dinheiro e blá-blá-blá"

    Tirando os 'momentos' de grife, já tive acesso a alguns produtos de grife, principalmente das chefes que tive nos tempos de babá e, se tem uma coisa que aprendi é que 'grife' não é só status, status quem dá é o povo, a grife se preocupa com qualidade, artigos de primeira, acabamentos idem...

    mas mesmo o povo 'peixe miúdo' nesse quesito quer acabar tendo status de grife, vide as etiquetas enormes que o povo do artesanato coloca nos seus produtos, ou seja, todo mundo querendo reforçar a sua marca...sonhando um dia ser 'de grife'.

    E alguns, com certeza, merecem.

    ResponderExcluir