sexta-feira, 6 de junho de 2014

O Caderno de Receitas da D. Mima


Foto da D.Wilma (Mima) Linsingen


Na família a disputa pelo caderno de receitas da D. Mima é grande.

Um autêntico caderno de receitas a moda antiga, escrito de próprio punho, totalmente em extinção nos dias de hoje.

São receitas de pão, bolacha, bolo, sonho, gelatina, torta, sorvete, bavaroise, suflê, empadão, molho, carne, peixe, sopa, bebidas, dos tempos em que não comprava-se nada pronto e tudo era feito em casa.

Poucas pessoas ainda tem um caderno destes, na sua forma tradicional. São receitas simples feitas com temperos caseiros, mas de excelente qualidade e fino sabor, bem ao paladar apurado que tem a D.Wilma.

D. Wilma, penso que só eu, a chamo pelo nome. Todos a conhecem como Mima.

E falou na casa da Mima, falou em comida boa e mesa farta. Lá sempre foi uma casa onde qualquer um pode chegar para comer, sem avisar.

Mesmo morando sozinha, ela mantém uma dispensa lotada de tudo o que você possa precisar para preparar uma refeição. Sem falar nos dois freezers que estão sempre cheios.

É daquelas casas, onde todos sentam na cozinha enquanto ela prepara a comida, sempre acompanhada de seu copo de cerveja. 

Hoje em dia, ela abandonou a beira do fogão, mas não a cerveja e permanece no comando do preparo das refeições. Sentada na mesa ela dá as ordens: coloca mais sal, corta duas cebolas, pega o óleo no armário, bota ou tira do forno, mexe a panela, passa no liquidificar, e assim ela vai orientando quem se dispõe a cozinhar. E que ninguém se arrisque a inverter a ordem das coisas, tudo tem uma sequência.

Estando tudo pronto, tem que pôr a mesa para que todos se sentem e comam juntos. Até em qual travessa deve ser servida a comida é ela quem decide.

No caderno, em todos os títulos D.Wilma anotou o nome da pessoa que lhe deu a receita como uma referência. 
Exemplo: Torta de Queijo da Mariangela, Empadão da Marta, Arroz de Forno da Rosina.

Eu, que não tenho a pretensão de disputar entre as suas três filhas e tantos netos, o direito de ser a dona deste caderno, me agilizei, pedi emprestado, fotocopiei e o digitalizei integralmente.

Podem até me perguntar, para que eu quero um caderno de receitas se eu não cozinho. Eu responderei com uma simples afirmativa sempre dita pelo "meu Richard", filho da Mima: Para ter.

Agora você pode conhecer algumas dessas receitas, escolhidas pela própria D.Wilma como as melhores, fazer e experimentar.

Assino embaixo de todas, mas recomendo especialmente o "Preto de Alma Branca", com a vantagem de que sempre que peço, ganho um prontinho para comer feito por ela.


Quindim da Elair

Preto de alma branca


Papão de Anjo da Zizi


Óh! Marieta (côco queimado)


Vatapá


Bobó de Camarão

Strogonoff de Mignon

Coquetel de Camarão

Frango Xadrez

*Descrição detalhada das fotos para acesso do deficiente visual (para saber mais clique aqui)
*Todas as fotos são das receitas indicadas por D.Wilma.


12 comentários:

  1. Copiadíssimo kkkkkkkkkkk
    AGORA VAMOS AO FOGÃO.

    ResponderExcluir
  2. Sinto muitas saudades da D. Mima ,lembrei da letra dela..Desde criancinha ,nutri uma grande admiração por ela ,o jeito de falar ,o leve sotaque catarinense , o humor inteligente...Uma pessoa marcante em minha vida ...,Tive a honra de te-la como minha madrinha de casamento junto dom o saudoso Dr. Cirilo que me conduziu à igreja em seu reluzente Gálaxie amarelo com capota preta.Ah ,adorei as receitas !!! Valeu..

    ResponderExcluir
  3. Minha tia querida papai amava sua comida
    aproveitava das delícias e fazia vários pedidos na praia. Vovó cozinhava muito bem mais tia mima até hoje tem seus segredos. Te amo tia obrigada por fazer da minha infância cheia de sabores e alegrias sempre com todos reunidos papai amava. Nana

    ResponderExcluir
  4. Que postagem bonita, Raquel! Descreveu direitinho a mãe e suas receitas. Obrigada!!
    Abração.

    ResponderExcluir
  5. Esses cadernos de receita são preciosos.
    big beijos

    ResponderExcluir
  6. Receitas caseiras sempre são as melhores!

    ResponderExcluir
  7. Raquel Ramos dos Anjos8 de junho de 2014 00:13

    Oi Helo, é bom ler seu comentário aqui. Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Raquel Ramos dos Anjos8 de junho de 2014 00:14

    Lulu, se tornarão objetos raros.

    ResponderExcluir
  9. Raquel Ramos dos Anjos8 de junho de 2014 00:15

    Oi Andrea. Falei com a D.Wilma hoje, fiquei contente por ela ter gostado. Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Raquel Ramos dos Anjos8 de junho de 2014 00:17

    Oi Nana. Mesa e comida sempre nos trazem lembranças de familia.

    ResponderExcluir
  11. Raquel Ramos dos Anjos8 de junho de 2014 00:22

    Regina, a Andrea falou para d.Wilma do teu comentário, sobre ter ido para a igreja com o Dr Ciryllo, ela ficou bem contente com a lembrança. Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Raquel Ramos dos Anjos8 de junho de 2014 00:23

    E vamos comendo...kkkkk abraços Orley.

    ResponderExcluir