quinta-feira, 26 de junho de 2014

O Sucesso da Copa do Mundo




A empolgação toma conta do Brasil com o já "consagrado" sucesso da Copa do Mundo. 

Passado o vexame da festa de abertura e não estou falando das vaias que a presidente recebeu, porque aquilo não foi vexame, aquilo foi falta de educação. Estou falando da pobreza e da falta de vibração da festa. 

Não caiu nenhum estádio, não houve nenhum massacre de turistas nas favelas e nem ônibus incendiado como prova das forças dos traficantes. Os metrôs funcionaram regularmente, não teve greve dos aeroviários e a natureza também colaborou. Não houve enchente nas cidades onde realizaram-se os jogos e nenhum grande apagão. 

Perdoem-me, mas isto não é critério para considerar o sucesso ou insucesso da copa. Isto seria uma tragédia, a qualquer tempo, independente do evento.

Nos estádios tudo é festa. Não importa quem faça o gol, sempre tem alguém para gritar e torcer por aquele time. A beleza e a alegria do brasileiro, está na boca do povo especialmente na do gringo.

Abre parênteses: De repente, tive uma leve lembrança do ufanismo da Copa de 1970, quando Médici era o presidente e o pau comia no Dops em São Paulo. Fecha parênteses. Será que isso quer dizer alguma coisa?

Turistas a passeio e de passagem, que vieram a fim de fazer festa e não de saber dos problemas do Brasil. Acho perfeitamente compreensível. Ou alguém que tenha ido à Copa do Mundo na África, foi para ver as mazelas daquele país? Lembro de ter visto reportagens de crianças morando em casa de chão batido e brincando de futebol com uma bola feita de papel amassado, que foi mostrado como prova da alegria do povo africano. Logo...

Mas realmente concordo que a copa do mundo como festa, está sendo um sucesso, assim como também acho um certo exagero dizer que já é considerada a melhor das copas. Os pequenos e grandes problemas ainda estão sendo acobertados.

Para mim, o grande sucesso desta copa está  sendo a competitividade.

_Ver a raça de países como Gana competir de igual para igual com a Alemanha tentando a classificação. Em contrapartida deixaram claro, na véspera do jogo contra Portugal o porquê de tanto empenho. Sem máscara.

_Ver a Argentina em situação de risco no jogo contra o Irã, time de um país sem expressão no futebol.

_Ver a Espanha e a Itália, que devem ser respeitadas por terem o título de campeãs, ou Portugal por ter o melhor jogador de futebol do mundo, serem desclassificadas por equipes consideradas de menor potencial.

_Ver nosso amado Brasil Salve Salve, com uma participação pouco convincente até o momento, no grupo considerado como um dos mais fracos da copa.

_Ver a excelente participação dos países das Américas sem fortes tradições no futebol, disputando chute a chute com as grandes potências, é o maior destaque desta Copa.

Está tudo muito lindo, muito bom, ainda estamos no meio da festa, mas não esqueçam que SUCESSO não PAGA CONTA.

Quem e quando vão desenvolver ao BNDES, Banco Nacional de DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL o dinheiro que deve ser usado para "financiar a longo prazo a realização de investimentos em todos os segmentos de economia, de âmbito social, regional e ambiental", que foi destinado para a grande festa?

Não. Eu não tenho complexo de vira-lata, não sou mal humorada, nem mal amada. 

Eu só tenho PÉS NO CHÃO.

*Descrição detalhada das fotos para acesso do deficiente visual (para saber mais clique aqui)
*Montagem com várias fotos tiradas da internet de pessoas e times participantes da Copa do Mundo.

9 comentários:

  1. É isso aí, Raquelzita! Seria alienada, se não prestasse atenção também nas consequências de um evento que não trará lucro para o país e apenas dívida. Não sei o que os turistas falarão do Brasil pós-copa, o que sei é que estão adorando! É festa dia e noite, e tem até brasileirinho se passando por gringo para pegar mulher. No Rio os sem-ingresso assistem os jogos nos bares da orla e as prostitutas que também vieram prestigiar e estão lucrando bastante! (via Ancelmo Gois e R7). A conclusão que tiro é que quem vem sem ingresso, já vem com segundas intenções. Ou não, mas isso da margem para pensar que vieram para "conhecer o país". Sei que, as minhas amigas que moram no Rio, estão evitando de sair por causa do assédio.
    Tenho prestigiado a Copa do meu jeito, entre amigos. Sempre gostei de futebol, mas o que gira em torno, não gosto. Além do que realmente acontece por aqui, o que as agências de notícias do exterior têm projetado do Brasil não é para deixar nenhum brasileiro com certo grau de sabedoria feliz. Um fotógrafo espanhol contou em entrevista ao jornal "O Globo" que as agências só querem foto de violência do Brasil. Isso é manipulação da imagem! Outra coisa que ele disse estranhar foi um cartaz que viu num aeroporto em SP que dizia "Brasil, um país alegre e sem pobreza". O nosso governo quer vender uma imagem e lá fora eles não estão comprando... Isso passa uma imagem não confiável. Enfim... O sucesso da Copa só saberemos depois da faxina.
    Delícia ver o SuperLinda viajando pelo mundo!
    Parabéns para sua mamis!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem lembrado, Anselmo Góes. Vender imagem é a especidade deles. Beijos Luma.

      Excluir
  2. Credo! Escrever no celular e correndo dá nisso... rs.

    ResponderExcluir
  3. Pra mim o maior sucesso da Copa, e que eu confesso que fiquei com receio de não ser assim, é a turma que se manifestou tanto contra o evento ou ainda se manifesta, também estar dando direito da turma que quer curtir a Copa enquanto ela acontece, ou seja, o direito de ir e vir aos estádios - coisa que foi bem mais difícil na Copa das confederações e prometia ser ainda pior na Copa.

    Lambanças, insucessos e até o 'não devia...', faz parte e de muitas Copas, não só a do Copa. Na Africa que a Copa é lembrada até hoje pelo sucesso das arquibancadas com as irritantes vuvuzelas ao tema da Copa e a alegria nos estádios é o lado bom de uma Copa que, pelos padrões das reclamações da Copa aqui, também não devia ter acontecido por lá já que o povo lá também tem muito mais necessidades que a de estádios pra ver jogo... e tenho pra mim que os estádios construídos por lá foram muito menos usados depois do que serão por aqui.

    E, pra mim, maior problema da Copa aqui é o relacionar tudo de ruim com a Copa - dos problemas de educação, segurança, desvio de verbas até prostituição como se fosse algo que o brasileiro só tivesse descoberto que existem agora... virou tudo um 'é...mas tem verba pra estádio...é, enquanto isso tem Copa'.

    Acho de uma bobagem...e passa uma impressão de que o povo na verdade não precisa de motivos reais, precisa de circunstâncias pra ver que existem. Talvez de tanto que leiam/ouçam/vejam os outros falando nas redes sociais o que quer dizer que, de fato, ele presta pouca atenção no país...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penso que temos noção de tudo que o povo precisa, mas é na hora de grandes eventos que mais possibilidade temos de sermos ouvidos. Grande abraço. Raquel.

      Excluir
  4. Oh, e se 'Espanha e a Itália devem ser respeitadas por terem o título de campeãs, ou Portugal por ter o melhor jogador de futebol do mundo' vamos valorizar muito mais a seleção brasileira que tem mais títulos que ela e, creio eu, já teve muito mais 'melhores jogadores de futebol do mundo' que elas.

    aliás, aproveitando o tema: é uma pena ver tanto brasileiro dizendo que acha bobagem Copa, que acha triste alegria de brasileiro ser futebol... Nos estados unidos eles valorizam muito o basquete, jogadores lá também viram celebridade, também ganham milhões e muito brasileiro dá o maior valor pra NBA deles (acho que é isso), mas classificam futebol como um jogo 'menor'. Tenho pra mim que tem relação aqui com muito da origem de onde vem a maioria dos craques de futebol do país...como se maioria dos jogadores de basquete americanos não tivesse origem parecida...

    É o tal valorizar o que é de fora e desmerecer o que é de casa. Coisa muito comum ao brasileiro também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem lembrado: Estados Unidos/basquete é igual Brasil/futebol. Respeitemos o time brasileiro tanto quanto os outros, desde que não entrem em campo para chorar pelo hino, mostrar o novo corte de cabelo e jogar sem vontade. Beijos Lu.

      Excluir
  5. Sem comentários ............
    Bom final de semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jô. rsrsr "tchipo"....não quero saber desse papo. Mas entendi o que vc quer dizer. Grande abraços.

      Excluir