sexta-feira, 28 de agosto de 2015

AMOR ACHOCOLATADO


CHOCOPOLOGIE é o nome dele. Não por ser o mais caro chocolate do mundo, mas por ser o melhor.
Este é o amor que procuro.

"Em seu interior, La Madeline au Truffe" contém uma rara trufa francesa (Perigord, a mais cara do mundo), revestida por um chocolate composto em 70% por cacau Valrhona, misturado a um ganache com óleo de trufa, baunilha e açúcar. Enrolado à mão e polvilhado com pó de cacau, o bombom vem em uma caixa prateada, sobre uma camada de pérolas de açúcar."

Um amor recheado do melhor sentimento TRUFFAdo, revestido com a virilidade do CACAU. Que venha embalado em caixa prateada, tal qual cabelos grisalhos, sobre uma camada de pérolas de açúcar.

Todos os outros melhores chocolates do mundo, e há muitos tão bons quanto, PUCCINI BOMBONI, TEUSCHER, SCHARFEN BERBER, NORMAN LOVE, GODIVA, eu desejo numa só pessoa, como se fosse variação de expressões faciais, sorrisos e beijos, que quero ENROLADO carinhosamente À MÃO.

Não quero no dedo um anel de OURO BRANCO ou DIAMANTE NEGRO, quero CONFETTI de SONHO DE VALSA. Sim, é preciso uma posição de PRESTÍGIO segura capaz de levar-nos num vôo “CHARGE” à um mundo GALAKtico com pés firmes no chão.

Das decepções acumuladas na vida, quero sentir na dureza do amendoim do CRUNCH e do arroz, símbolo da felicidade, contido no CHOKITO, dissolvendo-se na língua disfarçado de SUFLAIR.

De AMARGO, no máximo a refrescância da MENTA. E, de dificuldades, que sejam as de encontrar o KIT KAT de CHOCOLATE BRANCO para comprar.

Quero como SURPRESA, somente SERENATA DE AMOR cantada nos meus ouvidos, com o TALENTO desafinado, que seja, mas no baTOM certo e compassado da sinfonia, sempre pedindo BIS.

Escrito por Raquel Ramos em 28.08.2015
Nota: Texto ou história de amor usando nomes de chocolate. Escrito como exercício proposto em aula de Redação Criativa - Jornalismo/Ielusc.

Um comentário: