sexta-feira, 7 de setembro de 2018

"Que Brasil você quer para o futuro"? Uma boa pergunta para um 7 de setembro.





7 de setembro um dia para comemorar a pátria amada está repleto de notícias da tentativa de assassinato do candidato à presidência da República Jair Bolsonaro.
 
Que Brasil você quer para o futuro? A pergunta divulgada amplamente pela Rede Globo nesse ano de eleição transforma-se num bordão sem resposta. Tudo o que se ouve, do Oiapoque ao Chuí, parece ser algo de um admirável mundo que não existe para os brasileiros.

Na manhã de hoje, uma voz calma, com o mesmo som que tem a paz espalhou a tranquilidade que tanto o Brasil precisa. Elogiável a entrevista do médico Dr. Alfredo Guarischi para a Globo News.  Objetivo e claro nos comentários, ele deu explicações sobre os procedimentos tomados pela equipe médica da Santa Casa de Juiz de Fora. 

Sem esquecer se disse orgulhoso pela atuação de seus colegas, por pertencer a esta classe e que é isso que o Brasil precisa no tocante à saúde. Profissionais competentes, em grande quantidade, e hospitais equipados para dar melhor assistência a todos. Sem política, sem estrelismo e intuitivamente ele respondeu à pergunta veiculada diariamente na televisão.

Foi essa entrevista a maior das comemorações do dia da Pátria e vindas de um homem que não está nas mídias, não é um orador doutrinário do comportamento ético e não usa palanque para se divulgar.  É essa a atitude que eu quero do Brasil. Pessoas que ensinem, e elogiem ao contrário de tanto ranço e  críticas espalhados entre nós.

Isto não é um posicionamento político. É um posicionamento contra a agressividade do brasileiro que se acha no direito de matar quem quer que seja, que atravesse no seu caminho. E isto inclui, o aborto, sem me estender, neste momento, sobre a questão. 

Sobre a política, chego a pensar: Bons tempos em que o voto era secreto.

Bolsonaro, independentemente dos meus ou dos seus pensamentos políticos é #homem #militar #paidefamília #brasileiro #serhumano  e foi acometido de um atentado. #esfaqueado. É #crime.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário