segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Nossas Várias Facetas





Montagem de cinco fotos onde apareço, em casa assistindo tv, socialmente em festa e na numa foto com a turma do trabalho em viagem de excursão à Foz do Iguaçu.



É uma pequena superfície de um objeto qualquer.
Lado, aspecto, ângulo apresentado por pessoa ou coisa. Observe um brilhante e verá, ele possui 58 facetas.

Usado também para definir os traços de personalidade de uma pessoa. E ai sim. Penso que, em se tratando de personalidade, temos inúmeras, incontáveis, milhares de facetas.

Identificá-las em nós mesmos é possível, mas como sempre, enxergar nos outros é muito mais fácil...

Em nós, só gostamos de mostrar as facetas mais encantadoras ou as mais perigosas, dependendo da intenção. Funciona como uma arma de proteção, para agredir quando sentimos uma ameça, ou para uma conquista quando temos uma intenção neste sentido.

O fato é que nas verdadeiras facetas estão as nossas imperfeições. Elas vão dos contos de fada às mais adversas situações pouco nobres que invadem nossos pensamentos.

Nossas facetas são como as fantasias de carnaval, elas fazem o papel de uma máscara.

Tenho uma amiga que sempre usa a expressão "o meu lado cafajeste gosta..." e completa a frase com um daqueles pensamentos absurdos que não temos coragem de assumir publicamente.

Resolvi fazer uma brincadeira.

Socialmente tenho um comportamento de acordo com as regras, necessidade e conveniências, mas lá no fundo, tenho minhas facetas escondidas.

Minha faceta "cafajeste" me diz: Você gosta  do Latino.

Minha faceta "sou cafona" me diz: Você canta Chitãozinho e Xororó.

Minha faceta "sou perua" me diz: Você ama dourado, brincão e saltão meia pata.

Minha faceta "loira" queria ser a Sharon Stone.

Minha faceta "piriguete" me diz: Queria ter o corpo da Suellen (personagem de Isis Valverde).

Minha faceta "alegre por natureza" diz com certeza: Eu "se" diverto na excursão da turma do trabalho.

Minha faceta "sou gostosa" me diz: um dia sonhei em ser Brigitte Bardot.

Minha faceta "rainha da bateria":  É Luma de Oliveira, não tem prá ninguém.

Minha faceta "capa da  Playboy" me diz:  Sou sensual, sou Sonia Braga.

Minha faceta "brega" diz : "Tu" canta e "se" anima com sertanejo universitário.

Minha faceta "sou maravilhosa" diz: Eu queria ser Fernanda Lima.

Minha faceta "miss" diz: Vera Fischer foi a miss mais linda que o Brasil já teve.

Minha faceta "barraqueira" já deu uma de Michelle Obama: Agiu quieta e muda (ou quase...mas com foco).

Minha faceta "na minha festa só entra quem eu quero", acha a Daniella Cicarelli muito gente boa.

Minha faceta "sou vulgar" me diz: tenho vontade de meter a mão na cara da Paula Fernandes. Ôh! carinha enjooada...


Certamente tenho muitas outras. As que não identifico em mim mesma, as que me nego a  admitir e as que não posso admitir.

Viver, inteligentemente, aceitando nossas multi facetas, respeitar e aceitá-las com humor pode ser muito divertido.

Postado por






Raquel Ramos

raquel@superlinda.com











4 comentários:

  1. cade as facetas da "séria", da "competente", da "super-parceira" e a da "muito amiga"? essas eu conheco...

    ResponderExcluir
  2. Sharon Stone, Luma de Oliveira e Vera Fischer (dos velhos tempos, é claro!), também queria ser rsrsrsr
    Adorei as facetas .......... vou procurar as minhas.
    Beijos linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure e publique Jô, quero saber quais são as suas facetas. Um grande abraço.

      Excluir