segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

O dia de hoje está com cara de 1º de janeiro

Entrada com cortina de pedrinhas e  palco iluminado ao fundo


Sabe quando chega 1º de janeiro, quando acaba o período das festas e você se vê naquele dia em que tudo acabou? Já passou a correria do fim do semestre de aula, terminou dezembro, e é hora de encarar o ano novo? É assim que estou me sentindo.

O tão esperado dia da formatura chegou e o palco está montado para a colação de grau aguardando os protagonistas. A hora é de emoção. Eu dou a esse momento, simbolicamente, o nome de Natal. A árvore está montada, e embaixo dela, os presentes. Um dia de reflexão, oração, agradecimentos, incluindo juramento. Choro, riso, lembranças boas e doídas, saudades, permeiam esse momento. 

Todas as palavras dizem algo que parece ser exclusiva para você. Seja do que tenha sido feito, do que deixou de fazer, o que mais lhe incomodou ou agradou. As diferenças com um ou outro colega,  as amizades formadas, ou não, com os professores e alunos, tudo faz  sentido para cada um de nós.  


Diferente do que muitos pensam eu não tive mais facilidade no processo de aprendizagem durante o curso por ser mais experiente na vida. Ao contrário, as dificuldades existiram, não foram poucas e não só para mim. O segredo está na troca dessas dificuldades.  "Ninguém larga a mão de ninguém"  e fazemos tudo acontecer. 

O momento seguinte, o do baile, pode ser visto como o do ano novo, e a palavra é extravasar. É noite de pai dançar com filha, de mãe dançar com filho, de filho dançar com mãe, mãe dançar com filha.

Noite de namorados e namoradas se beijarem, de brindar, de suar, de pular, de cantar, de dançar, de beber, de rir, e de largar de vez  todos os medos, todas as dificuldades, toda a ansiedade, alegrias e choros acumulados no período de quatro anos, já passados.

E então, no amanhecer, começa um "ano novo" e este será para sempre. É hora de realizar.


Palco decorado
Foto do palco com os formandos e a mesa de autoridades e professores do Ielusc
Mãe formanda com o filho, prontos para dançar a valsa
Mãe formanda, filho e amigos convidados
Formanda com Guilherme e Samia (amigos) e Beatriz (professora/amiga)
Fernanda, Leticia (formandas) Samia (amiga) Beatriz (professora/amiga)
Eu, Raquel, formanda em pose de "sentido-se diva".


Seu blog dá acesso ao deficiente visual?    Fotos legendas para acesso do deficiente visual.


Nenhum comentário:

Postar um comentário