terça-feira, 26 de março de 2019

Gran Splendid El Ateneo, onde o show são os livros.


Vista do palco com as cortinas de veludo vermelho.
Embora tenha sido cenário para grandes shows, é possível afirmar que nem só de tango vive o Gran Splendid de Buenos Aires.

Agora, quem comanda o espetáculo são os livros. O teatro Gran Splendid agregou o nome El Ateneo e isso lhe conferiu ainda mais títulos. Construído para receber cerca de 1050 pessoas, se fez livraria e hoje abriga em torno de 120 mil livros.

O mesmo palco onde se apresentou Carlos Gardel, ainda ornado por cortinas de veludo vermelho, se transformou numa cafeteria para aconchegar seus visitantes.  Quanto aos camarotes, foram destinados como espaço reservado aos leitores mais vorazes. No subsolo fica a seção de literatura infantil e nos pisos superiores uma galeria de arte.

O jornal The Guardian, considerou El Ateneo a segunda livraria mais bonita do mundo e confere à Buenos Aires o título de capital mundial do livro. Enquanto a Publishnews informa que a National Geographic declarou, este monumento cultural, como a  primeira mais bonita do mundo.

Por um ou por outro motivo ela merece ser vista. Localizada na Avenida Santa Fé número 1860, a Livraria El Ateneo Gran Splendid é um deslumbre. O edifício em estilo eclético, foi projetado pelos Arquitetos Peró e Torres Armengo, ao empresário Max Glücksmann. Construído em 1919, tem afrescos no teto, pintado por Nazareno Orlandi e cariátides esculpidas por Troiano Troiani. 
Vista para o lado da porta de saída para a rua
Vista lateral com as galerias e os balcões
Expositor com livros
Cafeteria localizada no palco do teatro
Leitores sentados nos camarotes

Seu blog dá acesso ao deficiente visual?    Fotos legendas para acessibilidade do deficiente visual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário