sexta-feira, 8 de março de 2019

Um espatulato de Reynoldo Manzke

Quadro de Reynoldo Manzke


Entre os pertences da minha mãe escolhi este quadro. Lembro que ela sempre se referia a ele como sendo uma peça de qualidade.

O valor dele, para mim, é inestimável, e portanto, está fora de qualquer oferta ou lance. Quanto ao valor comercial depois das pesquisas feitas sobre o autor da tela, posso garantir: tenho uma raridade dentro de casa.

As informações que seguem foram obtidas na internet. Conversei com um historiador da cidade de Blumenau, sem obter êxito. Deixo em aberto, caso haja interesse de alguém em registrar, catalogar ou verificar a autenticidade desta obra de Reynoldo Manzke.
 
Foto aproximada da assinatura e ano - 1977 - da obra.

Reynoldo Manzke (1906-1980) foi um pintor de paisagem que retratava costumes, tradições, diversidades de povos e da vida brasileira. Foi um dos iniciadores do uso da técnica do espatulato.

Ele viveu em Blumenau, São Paulo e Rio de Janeiro onde estudou e se dedicou ao óleo sobre tela e aquarela. Fez Exposições em São Paulo, Minas Gerais, premiado no Salão Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro e do governo de São Paulo.

Participou da primeira edição a Bienal de São Paulo em 1951. Seus quadros podem ser encontrados em galerias de colecionadores particulares no Brasil e do exterior, como Alemanha, Estados Unidos, Canadá, França, Inglaterra, Israel, Itália, Líbano e nas pinacotecas de Jundiaí e São Carlos.

Mantinha um ateliê em Blumenau, na rua Henrique Lallemant, atualmente rua Reynoldo Manzke.


Seu blog dá acesso ao deficiente visual?    Fotos legendas para acesso do deficiente visual.





Nenhum comentário:

Postar um comentário