quarta-feira, 17 de julho de 2013

Bernardo - Este Meu Filho É Louco!







Foto do Bernardo, plantando bananeira, de noite, sobre um holofote em frente a um mural todo colorido. Por ser de noite, fez um efeito muito bonito, com o corpo todo preto refletindo seus braços e rosto.


Rapidamente para que entendam o sentido do título.
Bernardo dos Anjos Borba, nasceu em 27/05/1983. 

Com 4 anos ganhou de presente um par de roller, que até então era novidade no Brasil e ao entregar-lhe disse: Meu filho cuidado, vá devagarzinho para não se machucar. E quando vi ele estava andando por cima de um muro com o tal do roller.

Mais ou menos na mesma época, me chamaram urgente no trabalho, porque o Bernardo havia subido no tellhado do barracão de uma construção em frente a minha casa. O teto cedeu, ele caiu lá dentro, já estava escurecendo e os trabalhadores da obra já haviam ido embora.

Certa vez uma amiga recem chegada da Espanha com um filho de 3 anos, demos ao Bernardo a incumbência de cuidar do priminho. Afinal era mais velho e dando-lhe responsabilidade não haveria de cometer nenhuma imprudência. 
Foi quando de repente, Philip chegou na sala correndo e gritando algo parecido com: mama, mama, Bernardo está arriba de la vaca...

E por aí a fora....as peripécias da adolescencia eu me nego a recordá-las....rs

Por tudo isso, ninguém entende como este menino tornou-se o homem calmo e tranquilo que é hoje. 
Ele sempre foi do bem, isso deve ter feito a diferença.

Ele está concluindo seu segundo curso superior, já posso dizer que ele se deu bem na vida.

Tudo isso para justificar, e não pensarem mal do meu filho, quando virem a foto deste post.

Ficou linda, mas é de gente louca....pensa!

Restou dúvida em relação a autoria da foto (?????).

_ O Bernardo criança voltou!

Senhorrrr, aiuda-me.


4 comentários:

  1. A foto é fantástica e a trajetória de Bernardo também. Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  2. largue mao da modéstia e reconheca que ele é o que é, pela tua colaboracao...

    ResponderExcluir
  3. Muita risada. Muita risada mesmo.
    Fez-me voltar a um passado que cada dia fica mais distante: Santo Amaro da Purificação onde um outro louco que aprontou tudo o que tinha direito, inclusive levando seus pais a contratarem "um segurança" para acompanha-lo no seu dia a dia pois eram conhecidas as suas aventuras e que quase diariamente chegavam ao conhecimento de Dona Hilda e Seu Borba.
    Uma delas, apenas para mostrar como era "ajuizado" o jovem: foi visto andando de bicicleta no cais do rio que cortava, o Subaé, com risco de cair no rio e morrer afogado
    Com referência ao segurança um quase rapaz de 16 anos, negro e forte, zelava muito bem por sua segurança. Zelava tão bem que incitava o "louquinho" a provocar os meninos maiores guardando uma distância suficiente para em caso de reação do insultado, partia para cima do desafeto aaplicando-lhe inúmeras bolachas.
    O jovem cresceu, se tornou homem sincero, honesto, um excelente profissional, sem abdicar do espírito brincalhão, casou-se com uma mulher maravilhosa e tiveram dois filhos: Vinícius e Bernardo, que herdaram dos pais a loucura, a honestidade, a seriedade no trabalho, a facilidade de conquistar e cativar amigos.
    Precisa citar o nome do Pai? Certamente não. Apenas orações para alguém que continua vivo na nossa memória.
    Raquel, mais uma vez parabens.

    ResponderExcluir
  4. kkkkkkkkkkkkkkkkk
    Imagino o que já passou! Se depois de duas faculdades ele ainda planta bananeiras...
    A foto é artistica, é bastante criativa - ele criou arte sobre arte!
    Muito bom!! Levando em consideração os conselhos de que devemos canalizar as energias que sobram para desenvolver trabalhos artísticos, ele está no caminho! :)
    E agora, Raquel?
    :)
    Beijus,

    ResponderExcluir