domingo, 2 de março de 2014

Assisti o filme "A Menina Que Roubava Livros"

*Descrição detalhada das fotos para acesso do deficiente visual (para saber mais clique aqui)


Banner de divulgação do livro A Menina que roubava livros. É uma cena do filme onde a personagem Liesel aparece segurando um livro tirado de uma fogueira.



Direção Bryan Percival
Atores: Geoffrey Rush, Emily Watson, Sophie Nélisse, Ben Schnetzer.

Durante a Segunda Guerra Mundial, a jovem adolescente Liesel, aprende a ler com seu pai adotivo, torna-se uma apaixonada pela leitura e encontra no amigo Ruddy, e no desconhecido Max,  o laço de família perdido na guerra.

Um filme bom. Quem disser que não gostou terá de enfrentar uma  forte crítica, pelo conteudo dramático e a mensagem de amor ao livro que o filme trás.

Mas eu chego a conclusão, muito particularmente, de que não preciso mais assistir filmes com histórias mostrando os dramas e sofrimentos da I Guerra Mundial.

Explico: filme eu assisto para me divertir.

Não há mais o que saber ou ver das barbaridades do exército de Hiller. Já conhecemos todas as atrocidades cometidas. 

Não é difícil impressionar e fazer as pessoas gostarem de um filme onde uma criança, representando uma menina madura e precoce, vive os horrores da guerra e consegue sobreviver.

Não li o livro, e mesmo que digam que o livro é sempre melhor, penso que não mudaria minha opinião.

*Não tenho tido muita sorte nos últimos filmes que assiti.




Nenhum comentário:

Postar um comentário