domingo, 30 de março de 2014

Chegou a Vez do "Complexo de Favelas da Maré".




Foto tirada do twitter de @ClaudiaCostin Foto de um policial com uma criança no colo, mostrando com a mão na bandeira do Brasil

Hoje foi o dia da pacificação do Complexo de Favelas da Maré. Um nome imponente para aquilo que nada mais é do que um amontoado de barracos, onde as pessoas moram do jeito que podem e não do jeito que querem.

Primeiro faço aqui, uma reverência aos habitantes de bem daquelas favelas, que se superam a cada dia livrando a sua cara dos bandidos, quando não tem que livrar a cara destes para salvar a sua ou da sua família.

Quando ouço seus moradores dizendo que não querem morar em outro lugar, entendo perfeitamente.  É entre as nossas quatro paredes que nos sentimos seguros.

Mas voltando ao assunto da Maré, querem enganar a quem com essa conversa bonita de tomada PACÍFICA da favela?

Há cinco meses anunciando quando e como vão entrar, querem o quê? Que os traficantes fiquem lá sentados para recebê-los? Querem ser recebidos como? Com as drogas e armas oferecidas em bandeja?

O que fazem nada mais é do que promover a "migração" do "centro de drogas" de um "polo" para outro, usando palavras de efeito, como "complexo".

E o que querem é mostrar para o mundo, as vésperas da Copa do Mundo, a eficiência da polícia do Rio de Janeiro, que invade uma ou dez favelas sem tiros nem mortes para anunciar: VENHAM NO BRASIL NÃO HÁ VIOLÊNCIA!  Como mostra a foto de divulgação.

Querem propagar a vida na favela como excentricidade e não como condição social.

Se os traficantes do morro não foram presos nem estão nas favelas, onde estão? Muito provavelmente rondando a minha ou a sua casa. 

Procurando trabalho é que não é.



EM TEMPO: Não basta achar ótimo o filme ou o livro "A Menina Que Roubava Livros", tem que participar de 16 a 23 de abril do  BookCrossing Blogueiro.


4 comentários:

  1. Essas ocupações já acontecem muito antes da Copa acontecer por aqui...problema é que , realmente, se ocupam um lugar das duas uma: ou os bandidos revidam ou se mudam... o 'se mudam' é que preocupa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente começaram bem antes da Copa, mas desde então o motivo é o mesmo, a Copa.

      Excluir
  2. Raquel
    Muito boa sua colocação!! Não tem nada de humano e pacífico e de antemão eles já são avisados que irão entrar e os traficantes, já estão fora de lá, faz dias.

    Bjos,
    Sheyla.

    ResponderExcluir
  3. Não é mesmo Sheyla? É tudo fachada. Abraços

    ResponderExcluir