segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Trocando pontos por milhas




Estampe SMILES na face, siga MULTIPLUS passo a passo e resgate seus DOTZ.

A frase chega a ser poética. O percurso para alcançar o objetivo, porém, nem tanto. Nos dia de hoje, certamente você já recebeu convite para se tornar "sócio" com cartão fidelidade em alguma loja. São tantas as vantagens oferecidas que é irresistível aderir, frente a gama de produtos que podem ser adquiridos "gratuitamente" com os pontos acumulados.


Em um estudo (leia neste link), foi visto que o "grátis" não existe. A experiência vivida em busca do resgate de pontos, que por direito que são meus, prova que adquirir estes pontos, não é grátis - é caro e você pode ter prejuízo financeiro e moral. 

É um dinheiro, (leia-se "ponto") que você não vê, fantasiado como se fosse um prêmio, que enriquece, cada vez mais, os envolvidos nas empresas que regem este negócio em plena ascensão. 

As milhas, para troca de passagens aéreas, são a cereja do bolo. 

Nesta semana, surpreendida com alguns mil pontos com vencimento em 24h, desesperada, tentei vendê-los. Sim, já existem empresas no mercado especializadas em comprar milhas. Milha é dinheiro na mão. Mas, atenção: nenhum desses sites compram milhas a vencer num período inferior a 20 dias. Portanto, além de se preocupar com os pontos a vencer no cartão, você têm que cuidar com o prazo para poder vendê-los. 

A solução encontrada por uma amiga que trabalha em agência de viagem foi providencial: emitir um bilhete de passagem para não perder os pontos.

Como se não bastasse a corrida contra o tempo, um erro no cadastro do site de relacionamento emperrou a transferência para para o de venda de passagem.

"Erro ....  de relacionamento" essa combinação de palavras não dá certo nunca.

E tudo parece agir contra: a senha de resgate com os dados informados vinha seguido da mensagem "os dados não conferem". Seguiu então um verdadeiro périplo por telefones que começam por 0800 sob o comando daquela voz metálica dizendo..."se cliente, aperte 1" passando até o "se deseja falar com um de nossos consultores, aperte 9..."

Minha amiga, pela experiência que tem, fazia o passo a passo sentada do meu lado. Mas a atendente, exigia falar pessoalmente com a titular da conta para confirmação de dados. 
_Falar comigo? pura burocracia. Quem disse que "eu" não era um blefe. Enfim, ela me perguntou a data de nascimento. Prontamente informei, repeti três vezes, para ao final ouvir: "Seus dados não conferem. Favor enviar email com comprovantes de identificação para avaliação.

Sinceramente, A L U C I N E I.

Cansada, irritada e indignada, dizia que meus dados estavam corretos. Até que descobri que o mês de aniversário cadastrado era "novembro" e eu insistentemente repetia "dezembro", o mês correto.  

_Mas pra que então vocês me perguntam, se a minha palavra não é "confiável".

Sem sucesso, mandei meus dados e comprovantes via email. Nos agradecimentos do site, por entrar em contato com eles, como se tivesse sido por minha livre e espontânea vontade, me avisaram que o prazo para alteração seria de 5 dias.

_Moça...não é possível, falando novamente com a atendente. Meus pontos vencem em 24h e eu vou perdê-los, porque vocês não me dão a possibilidade de alterar o meu próprio cadastro.

Por fim, o stress era tanto que, toda a agencia onde minha amiga trabalha estava envolvida com o meu caso. Uma sugestão daqui, outra dali, até que a gerente da loja pegou o telefone e foi de atendente em atendente, setor por setor, refazer todo o passo a passo do site de pontos e finalizou a transação.

É inadmissível a demora, a limitação, as opções criadas para dificultar a solução do problema. Tudo é feito para você desistir, deixando esses créditos disponibilizados para serem reutilizados pela própria companhia aérea e fazer você pagar por um novo bilhete.

Se ferraram! 

Graças à disposição de pessoas acostumadas a lidar com o assunto, a passagem foi emitida e garanti meus pontos.
Se vou viajar ou não é outro problema.

Nota: No programa Dotz, você não consegue transferir as milhas, é obrigada a emitir a passagem direto do sistema da empresa. Portanto ou você viaja, ou troca por mercadoria que você não precisa - ou simplesmente perde os pontos.


Descrição detalhada das fotos para acesso do deficiente visual (para saber mais clique aqui  1 - Foto (minha) com a mão segurando o queijo,  com montagem feita no aplicativo Over sobreposta com as palavras, Smile, Multiplus, Dotz e figurinhas  indignadas também com a mão no queijo.

3 comentários:

  1. Ai que saudades de comentar em blogs, mas quando vi o título no Face não resisti e vim ler correndo! Viajei pela Gol e resolvi me inscrever para ganhar umas milhas. Agora estão me ligando para "entrar" no clube Smiles por 35,00 mensais e ganhar 1.000 milhas por mês. Ainda estou nas contas, mas acredito que não compensa. Enfim, como tinha dotz achei que dava para passar para os smiles e acumular. Bom saber! E vou aproveitar para conferir os cadastros! Tenho bastante milhas na Azul (empresa que mais viajei). Mas um dia irá vencer e é bom estar atenta!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Karina. Não perca seus pontos não, eles valem dinheiro. Grande Abraço.

      Excluir