segunda-feira, 20 de julho de 2015

AL MARE, AL MAR, A MAR


Disse Lucio Costa que o mar de Brasília é o céu. 
Minha busca pelo sol e pelo mar nos últimos tempos trouxe-me o que procurava.
Mais forte do que a força das águas, mais sonoro do que o barulho das ondas, flutuando como que vela empurrada pelo vento. 
Vou junto abraçada em pensamentos.
Tranquilo, voz suave, toque leve e seguro, sabor doce, carinho pleno.
Me encanta quem a mim surge em impedimento, em atraso no tempo, não no coração.

Um comentário: