quarta-feira, 8 de julho de 2015

FUI AO CÉU E VOLTEI



Sucinto e conciso. Estas são algumas características de um Conto. Todos são curtos. O conto precisa causar impacto, não pode ser enfadonho, deve causar muita excitação, emotividade e prender a atenção. É um gênero literário moderno e o que mais vitalidade possui. Algo do tipo "um faz de conta que acontece...".

Nos tempos de hoje até amor é como um Conto. Sucinto e conciso.  Intenso e rápido. Teclado, olhado na tela, acariciado em pensamento e tocado na pele pelo coração.

Alguns dizem que isso não é amor é paixão. Pode ser...Porque é daquelas avassaladoras.
Mas quem sente garante que é amor, porque será para sempre. Jamais esquecido. Sem drama. Apenas lembrado pela intensidade vivida.

Rompido pela maldita da razão de quem insiste não querer viver e antecipa que lá na frente será como os outros.

Viver nas nuvens não parece ser o seu forte. 

Nota* A foto que ilustra esta postagem é a primeira montagem feita por mim no photoshop. De qualidade técnica amadora mas de significado pessoal muito especial.

8 comentários:

  1. Vou deixar meu duplo parabéns! Pela foto de photoshop e pelo maravilhoso post... Vc está cada dia melhor... Sua linda.... Bjs

    ResponderExcluir
  2. Meu lindo amigo. Bjs para você. Obrigada.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns...sabia que vc iria aprender rápido...está muito bom...

    ResponderExcluir
  4. Minha amiga querida, você cada dia esta mais Raquel, super linda....sucesso e kiss kiss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Orley. Bom te ver por aqui e sentindo tua amizade. Beijos

      Excluir
  5. Olá, Raquel! Perde quem rompe com medo de sofrimento futuro... perde-se a oportunidade de viver, e por que estamos aqui, afinal? Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto é algo que não conseguimos ensinar.

      Excluir