quinta-feira, 17 de março de 2016

GOLPE. A TÔNICA DO MOMENTO




_Mas o que é golpe de Estado?

_Afinal é golpe ou não é o que está acontecendo no Brasil?

_Quem está dando o golpe? #aselitegolpista? #ptzadagolpista? #imprensagolpista? #lulagolpista?
#dilmagolpista? #direitagolpista? #senadogolpista? ou quem sabe o #povogolpista?

COUP D'ÉTAT, do elegante francês, STAASTSREICH, com a severidade do alemão. Mas, reich? O som dessa palavra me lembra aquele cara do bigode. Ou GOLPE DE ESTADO, da nossa língua portuguesa? Uma coisa é certa. Todos significam ruptura institucional repentina.

Comumente um Golpe de Estado é aplicado por forças políticas contrárias ao governo estabelecido. Porém um governante também pode aplicar o Golpe em favor de si mesmo, como veremos.
Além disso, ao contrário do que muitos pensam, a ação não é necessariamente dado por militares, como aconteceu em 64, no Brasil.

O primeiro caso histórico de Golpe de Estado, é chamado Golpe do 18 Brumário, foi dado por Napoleão Bonaparte, consolidando-se na governança da França. 

"Napoleão utilizou muito de seus prestígio nos campos de batalha para derrubar seus opositores e consolidar seu poder, abrindo assim caminho para coroar-se imperador cinco anos mais tarde. Mesmo com grande instabilidade política e econômica que havia naquele momento,"


Em 1937 Getulio Vargas, no exercício da Presidência do Brasil, cargo que ocupava desde 1930, deu seu golpe para se perpetuar no poder. Forjou um plano de ataque comunista que lhe abriu espaço para decretar o estado de sítio no Brasil e aumentar seus poderes.

Na situação atual do Brasil, estamos sendo testemunhas de manobras do governo federal em acobertar o ex Presidente Lula das acusações que lhe são imputadas de lavagem de dinheiro e corrupção. 

Roberto Romano, cientista político, qualificou como "golpe" a indicação do ex presidente para Ministro da Casa Civil do Governo Dilma.

"Lula ministro, ele será o presidente de fato e Dilma será a presidente de direito, e isso se chama golpe de Estado, chama-se usurpação de autoridade. É um golpe palaciano".

Três exemplos, três citações para uma só conclusão.






Nenhum comentário:

Postar um comentário