domingo, 24 de maio de 2015

O QUE É "GAP" ?




"Gap é uma palavra inglesa que significa lacunavão ou brecha. A palavra é também utilizada com o significado de diferença.
De acordo com a economia, gap é a diferença entre o valor real e o valor previsto de alguma coisa. Os produtos no mercados de valores que variam constantemente o preço, resultando em diferenças de preço de um dia para o outro, são exemplos de gap.
No âmbito da sociologiagap também é uma palavra que servia para descrever a lacuna ou disparidade entre os elementos de uma classe social mais elevada em relação aos elementos de uma classe social mais desfavorecida." 


Ouvi esta expressão gap repetidamente de alguém usando-a para explicar o seu comportamento. Por uma necessidade pessoal, passou um período de sua vida, chamado por ele de gap, vivenciando novas experiências, novos sabores, novos cheiros, novos perfumes, novas texturas de pele.


Experiências são experiências. Vale tudo.

Ao fim delas verificado que  também nada é perfeito, ele volta e se justifica. Baseado na idéia de que assumiu, confessou e que por tratar-se de um gap, tudo está entendido e portanto passível de perdão.

E foi isso que aconteceu. Ela entendeu e perdoou.

Eu a compreendo. Ele é envolvente, encantador e sabe exercer com maestria esse seu poder. Tão envolvente a ponto de elevar o termo, comumente chamado por todos de "dar um tempo", e usá-lo imponentemente como  um "gap".

E a tudo isso, hoje é ela quem lhe responde dizendo: "Fui, tentei, voltei. Experimentei novamente o mesmo sabor, senti o mesmo cheiro e a mesma textura de pele que me abraçou por anos e anos e não conseguiu aprender a viver com quem tem mais qualidade. Que não conseguiu ver a "diferença entre o valor real e o valor previsto de alguma coisa". Não enxergou que "os produtos no mercado de valores variam constantemente o preço, resultando em diferenças de um dia para o outro". E, principalmente não percebeu que "gap também é uma palavra que serve para descrever a lacuna ou disparidade entre os elementos", pessoas e principalmente amores verdadeiros.

Entendi sim o que é gap e agora vou vivenciar. 
Vivenciar o meu gap. O meu tempo sem lacuna, vão ou brecha.

5 comentários:

  1. Eu não sabia a definição de GAP. Ótimo texto, ótima proposta.
    Eu, por enquanto, estou no "limbo". Sem nenhuma novidade, sem nenhuma experiência com peles ou cheiros, mas com uma experiência pessoal incrível. Quem sabe um pouco mais tarde eu possa vivenciar um GAP, quando estiver com mais equilíbrio entre minha razão e minha emoção.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Também não sabia desse significado, sabia sim somente sobre a marca GAP e que ela vinha de um movimento que tinha a ver com diferenças. Seu texto ficou perfeito e bem elucidativo. Parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Yes !!!!!!!!!!!!!
    Seja GAP !!!!!!!!!!!
    Aproveite sua vida, saboreando tudo que há de bom!
    Paz e luz para você.
    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Raquel!
    Vivendo e aprendendo... O que se leva dessa vida, diz a música: É o que a gente bebe, o que a gente come, o que a gente ri...
    Gæp é substantivo masculino, começa por aí... o feminino odeia a quebra da continuidade. "Dar um tempo" pode ser a declaração de uma fraqueza, de quem não sabe distinguir a diferença entre as coisas. Daí envolve um atraso relativo entre mentalidades.
    No meu ponto de vista, é um risco que se assume quando pedimos um tempo, afinal, vai que a outra pessoa pega isso pra si e esse tempo vira para sempre? Nesse período, se houve concordância, vale tudo e não podem existir cobranças. Mas quando há volta, a sensação é de que, com essa continuidade quebrada, as coisas nunca serão como antes. Será que vale a pena dar um tempo? Gap em um mundo globalizado perdeu a conotação de quando surgiu nos anos 80. Conceitos mudam pq os sentimentos pelas coisas também mudam.
    Beijus,

    ResponderExcluir